Jornal Socialista, Democrático e Independente dirigido por Dieter Dellinger, Diogo Sotto Maior e outros colaboradores.
Sábado, 7 de Dezembro de 2013
ANA Aumenta as Taxas Aeroportuárias

 

Segundo o que se pode ler no Expresso Economia de hoje, a ANA francesa e proprietária de uma parte extremamente importante e estratégico do território nacional, os seus aeroportos, aumentou este ano as taxas aeroportuárias em 9% e pretende fazer novos aumentos da ordem dos 3 a 4% no próximo mês de Abril, fazendo com que as taxas tenham subido 12 a 13% desde a privatização incondicional e monopolística dos aeroportos da Pátria, apesar de a inflação geral estar próxima dos 0% em Portugal e na zona euro que é de onde vêm a maior parte dos turistas e viajantes. A ANA não aumentou ordenados nem tem custos maiores em quaisquer materiais e não teve de fazer obras porque recebeu tudo quase novo com gares e pistas alargadas.

Muita gente como o abominável César das Neves em artigo nos Cadernos de Economia e outros dizem que o Estado não sabe gerir empresas públicas. Esses economistas da DIREITA confundem gestão com ROUBAR que é o que a ANA está a fazer e pode continuar a fazê-lo porque a Autoridade para a Concorrência não intervém nem o Comissário Europeu da Concorrência. Os monopólios são proibidos na União Europeia desde que não sejam de alemães ou franceses.

Sem um pingo de inteligência no suporte da cornadura, Passos, Gaspar e Portas venderam TODOS os aeroportos nacionais a um único operador sem quaisquer condições. Podem fazer o que lhes apetecer e prejudicar o turismo nacional em larga escala. Nem pensaram em vender a diferentes operadores, um aeroporto de cada vez, por um valor superior de modo a haver alguma concorrência em relação a passageiros que não se destinam apenas ao Porto, Lisboa e Algarve

Lisboa tinha-se tornado uma cidade privilegiada para o turismo, por não ser muito conhecida dos 500 milhões de cidadãos da União Europeia e por ser relativamente barata com grande quantidade de hotéis, restaurantes e cafés a preços razoáveis e também porque os voos low cost tornaram todas as viagens atraentes. Sempre que se vai à Baixa, ainda agora no Inverno, ouvimos falar línguas estrangeiras por toda a parte.

O Porto também tem atraído um grande número de turistas.

Sucede que os governantes “alemães” de Portugal como o Coelho, o Portas, o Maçães e outros esforçam-se por matar esta galinha dos ovos de ouro que é o turismo. Aumentaram o IVA da restauração para um valor astronómico e acompanharam esse aumento com a subida dos preços da eletricidade que tem muita importância na restauração e as rendas.

Foi graças ao turismo que Portugal saiu da recessão com aumentos residuais de 0,4 a 0,5% do Pib e que nada significam na economia nacional.

Por essas e outras razões não podemos apontar a este Governo a mais pequena benfeitoria ao longo de mais de dois anos e meio de governação. Tudo está pior, mesmo aquilo que melhorou por razões externas como o turismo, também ajudado pelos conflitos em países árabes e na Turquis, o governo fez o possível para que a melhoria seja ínfima.

Saliente-se que os pequenos empresários que servem o turismo como proprietários de táxis, cafés, restaurantes, pequenas lojas de artesanato, etc. pagam adiantadamente um gigantesco IRC sob a denominação de Pagamento Especial por Conta que não será devolvido se os lucros dos anos seguintes não forem muito acima dos quase 2 mil euros pagos. O IRC está e se forem continuaram todos os anos a pagar PECs ainda mais elevados. Para esses empresários, o IRC está entre os 500 e 1000% ou mais e ainda falam em descer o IRC.

O Governo pagou milhares de euros ao escritório do Lobo Xavier para fazer uma reforma do IRC e nada saiu no OE de 2014; muito menos a tremenda injustiça do PEC das pequenas empresas.

 



publicado por DD às 15:41
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
27
28
29

30
31


posts recentes

Incêndios no Sul de Franç...

Isabel Monteiro: O seu Cu...

Portugal paga mais 2.600 ...

O Diabo Chegou?

O Problema Português

Estado Português ou Chinê...

Os Fogos em Portugal

Portugal em Forma e Antón...

O "Crime" da EDP

Dieter Dellinger: BOAS NO...

arquivos

Julho 2017

Junho 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2004

Maio 2004

tags

todas as tags

links
subscrever feeds