Jornal Socialista, Democrático e Independente dirigido por Dieter Dellinger, Diogo Sotto Maior e outros colaboradores.
Terça-feira, 8 de Outubro de 2013
Que nos matem a todos ….

 

Os idosos solitários viúvos ou viúvas costumam ter na rádio, pela manhã, uma distante companhia e, sem dúvida, tendem a preferir a TSF que lhes dá notícias a toda a hora. Mas hoje, a desconhecida idosa, triste e vacilante, recebeu um choque de monta quando ainda não tinha tomado o seu café e a torrada preparada com as mãos trémulas. Ouviu e mal podia acreditar nas palavras que os seus ouvidos recebiam. O governo vai retirar 100 milhões de euros às pensões de sobrevivência de todos os regimes de reforma.

 Já lhe tiraram muito com a hipócrita taxa de solidariedade e com os novos escalões de IRS, aumentaram-lhe o IMI do pequeno apartamento adquirido há quase 50 anos, aumentaram a eletricidade tão preciosa para os dias frios de inverno, o gás e a água e agora ainda vão ao que resta.

 Na padaria, a idosa queixou-se que, pelas suas contas, vai ficar com menos do que ela recebia quando o marido era vivo e reformado. Já quase não vê de uma vista e da outra apenas uns 50% e tem de ir a Coimbra à consulta do médico que a operou de um glaucoma causado pela diabetes.

 Que nos matem a todos, disse a octogenária. A senhora Merkel que mande através da troika instalar as câmaras de gás que os seus compatriotas tão bem souberam construir durante a guerra. Nós, os idosos, somos os novos judeus da Europa, querem a nossa liquidação final, querem-nos mortos sem tratamentos e à fome e ao frio.

 Na verdade, foi um golpe tremenda anunciado pelo Portas, o tal que era contra todos os aumentos de impostos. O egoísmo totalitário instalou-se em todas as sociedades globalizadas. A Igreja Católica nada diz porque a austeridade assassina vem de dois partidos ditos democratas-cristãos e Francisco, como os seus antecessores, acha bem tudo o que tem o nome de Cristo sem se insurgir contra a hipocrisia máxima dos fingem nele acreditar para roubarem sempre mais.

 Querem matar os velhos para não emitir alguma moeda, para que a banca privada ganhe fortunas com os juros de usura que pratica aos Estados com o dinheiro do BCE recebido a 0,5 e 1% ao ano.

 Quanto tempo é que isto vai durar? Perguntou a idosa na padaria aos poucos anciãos que ainda se arrastam até ali para comprar pão e, eventualmente, tomar um café. Todos discutiam a notícia, todos lamentavam a sua falta de forças para se revoltarem e um deles disse: “pois é, ninguém se revolta por nós; julgam que nunca chegarão a velhos. Não me refiro aos políticos que esses roubam o suficiente para a sua velhice, mas aos honestos cidadãos trabalhadores e às classes médias”. Ficaram todos mudos e quedos, fixando os raios solares que hoje entravam alegremente na padaria, mas que nada tiravam da tristeza daqueles que trabalharam toda a vida para NADA.

 



publicado por DD às 21:47
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 1 de Outubro de 2013
A Guerra dos Ricos contra as Classes Médias e Pobres

 

Os EUA têm uma parte importante da sua administração parada por falta de Orçamento. Parece que não possuem uma lei dos duodécimos que permite funcionar com o orçamento do ano anterior como fez o grande vitorioso António Costa que viu bem derrotada a coligação PCP-PSD-CDS-BE que lhe chumbou o Orçamento camarário deste ano na Assembleia Municipal. Infelizmente, esta espúria coligação vai continuar maioritária na Assembleia Municipal sem se importar com os interesses dos lisboetas.

Obama está a braços com uma guerra travada pelos radicais fascistas do Partido Republicano que querem impedir a adoção do “Obama Care”, um seguro público de saúde para os mais pobres, a fim de evitar que se morra na nação mais rica e poderosa do Mundo por falta dinheiro.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, os EUA estão muito atrás de Portugal nos cuidados de saúde porque estes se destinam apenas aos que têm dinheiro para pagar um seguro de saúde. A maior empresa americana desses seguros gera quase 5% do PIB e já foi dona da TVI em Portugal; precisamente na altura em que a Manuela Moura Guedes começou a falar de doenças e criticar o sistema estatal. Contudo, como o nosso SNS não é nada mau, a empresa americana verificou que aqui não podia fazer negócio e vendeu a TVI, bem como os investimentos que tinha feito nos seguros de saúde.

Os radicais republicanos estariam de acordo que Obama bombardeasse a Síria com mais de uma centena de mísseis Tomahawk a um milhão de dólares a unidade, mas não suportam que um velho negro do Bronx seja tratado gratuitamente de um ataque cardíaco. Uma vergonha que a Europa da Merkel ou, simplesmente, da Alemanha, quer impor a todos os países da União Europeia e, principalmente, aos do Sul da Europa.

Merkel e outros alemães que se julgam donos dos Euros não suportam a existência de um bom Serviço Nacional de Saúde em Portugal. No fundo, trata-se de uma prolongada GUERRA dos ricos contra as classes médias e pobres baseada no quem quer saúde, reforma, escola, etc. que a pague e quem não tem dinheiro não tem vícios, isto é, não tem direito a um “pacemaker”, um “stent”, a cuidados materno-infantis, etc. Para a Merkel e para o Santos do Pingo Doce e o seu lacaio Barreto é um escândalo Portugal ter a menor permilagem de mortes de nascituros e bebés no primeiro ano de vida em todo o Mundo, como disse o Bagão Félix na televisão .

 Há uma vontade de que os idosos mais pobres morram o mais depressa possível, apesar de receberem reformas baixíssimas. O facínora anti-social Medina Carreira veio ontem à televisão com um comparsa a dizer que as mais de dois milhões de pensões pagas pelo Estado não correspondem a tantas pessoas porque muita gente recebe duas reformas e são principalmente os cônjuges idosos e sobrevivos que passam a receber cerca de metade da reforma do ou da falecida. Uma grande injustiça, segundo o fascista Medina Carreira.

 



publicado por DD às 23:58
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
18
19
20

23
24
25
26
27
29

30


posts recentes

Dívida Pública: Acordo BE...

Suicídio da Europa segund...

Marcelo Condecora Soares ...

Comissária Desconhecida q...

Produção de Automóveis

Défice de 2%

IMPOSTOS

Cronologia da PT deturpad...

Schäuble quer Dominar a E...

Euro ou "Bitcoins" Portug...

arquivos

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2004

Maio 2004

tags

todas as tags

links
subscrever feeds