Jornal Socialista, Democrático e Independente dirigido por Dieter Dellinger, Diogo Sotto Maior e outros colaboradores.
Sábado, 3 de Dezembro de 2005
Portugal País Poluidor
A notícia propalada pela comunicação social de que Portugal é o país mais poluidor de Europa deixou toda a gente estupefacta.



Além disso, foi repetido até à exaustão que Portugal tem o mais elevado grau de ineficiência em termos de uso de energia e produção de CO2 poluidor da atmosfera.



Claro, mais uma vez a comunicação lança-se ao combate à Pátria de todos os portugueses e numa atitude esquizofrénica repetem com satisfação masoquista que Portugal é o pior. E ninguém pensou um minuto sequer nas condições portuguesas nem leu o relatório relativo ao cumprimento das metas estipuladas pelo Protocolo de Quioto. E ninguém comparou os consumos energéticos portugueses por pessoa com os do Norte da Europa.



Assim, acabei de vir de um café onde estive com uns amigos. A atmosfera do café era suficientemente quente sem qualquer aquecimento, pois bastava a máquina de café e os fornos em que aí se aquecem croissants e outras iguarias do género para proporcionar o calor suficiente.



Neste preciso momento, acredito que aa Suécia, Noruega, Finlândia, Repúblicas Bálticas, Alemanha, Holanda, Bélgica, etc. o aquecimento no interior de um café, restaurante, habitação, local de trabalho etc. tem de ser o suficiente para colmatar um diferencial de temperatura de, pelo menos, 30º C. Um cidadão sueco tem o prédio aquecido 24 horas por dia e quando vai trabalhar a casa continua a ser aquecida ao mesmo tempo que o local de trabalho também é aquecido.



Portugal, para além de não aquecer muito, também no verão é dos países que possui menor quantidade de aparelhos de ar condicionado. Além disso, Portugal não possui uma grande indústria, nomeadamente siderurgias, petroquímicas, gigantescas fábricas de automóveis com enormes fundições para o fabrico de milhões de blocos de motores, etc.

O parque automóvel português é importante, mas é visível por toda a parte a sua reduzida cilindragem e até o uso relativamente baixo dos automóveis.



A economia portuguesa tem estado estagnada e esteve em depressão há pouco tempo, pelo que não havendo crescimento significativo do pib não há maior consumo de combustíveis e, como tal, maior produção de CO2. O nível actual da construção desceu muito dado que o parque habitacional do nosso País é já de 5,5 milhões de habitações, o que dá quase o dobro do número de famílias. Como tal, a produção de cimento e outros materiais de construção não têm aumentado e com a baixa taxa de natalidade não é de prever que a construção venha alguma vez a atingir as quase 200 mil unidades habitacionais por ano verificadas nos tempos do Governo de Guterres. Os jovens de hoje vão ser os herdeiros das habitações dos avós; não digo dos pais, já que o aumento da esperança de vida tem sido tal que os filhos vão ao enterro do último dos seus progenitores em idades superiores aos cinquenta anos.



A realidade é que o documento que veio agora a público não reflecte a actual situação de Portugal, mas o período entre 1900 e 1999, o que obviamente é insusceptível de ser extrapolado para o futuro, dado terem passados seis anos que deverão elucidar sobre a verdade de Portugal e a emissão de gases poluentes.



Para além disso, o relatório foi elaborado em 2002 diz respeito a percentagens. Aí, Portugal estará para a Suécia como um trabalhador que ganhava 400 euros e foi aumentado em 25% para 500 euros, continuando na miséria, enquanto o sueco ganhava 10.000 euros e viu os seus rendimentos reduzidos para 9.000 euros, continuando com um rendimento milionários. Um subiu 25% e o outro desceu 10%.



Portugal foi autorizado a aumentar em 27% até 2012 a emissão de CO2. Em 2002, já tinha atingido 42% de aumento relativamente a 1900, mas em 2003, as emissões desceram em 5% para 37%, graças em grande parte ao aparecimento dos primeiros geradores eólicos e a entrada em funcionamento de centrais térmicas que ciclo completo que podem utilizar gás natural, carvão ou petróleo e têm utilizado o gás natura, pois em Sines foi construído o maior depósito artificial de gás natural do Mundo para permitir a sua aquisição em quantidade nos momentos em que a respectiva cotação esteja em baixa.



Por outro lado, estão em curso gigantescos projectos de energia eólica que poderão cobrir 17% das necessidades energéticas do País, que fará descer a emissão de CO2 para 20% mais do que em 1990, o que não deverá acontecer de todo, já que se admite que até 2012, o consumo energético venha a subir para os tais permitidos 27% ou um pouco acima, dado admitir-se que o Pib venha a subir. Saliente-se que se iniciou em Moura a construção da maior central geradora de electricidade fotovoltaica do Mundo e a investigação e desenvolvimento nacionais estão a trabalhar intensivamente em melhorar a capacidade para a utilização dessa energia.



Também estão em projecto centrais eléctricos com geradores diesel a funcionarem com biomassa, nomeadamente óleos de colza e girassol.

Enfim, diariamente, as televisões e quase todos os meios de comunicação social empenham-se em proceder a uma lavagem ao cérebro dos portugueses no sentido de sentirem repulsa pela sua Pátria.



O anti-patriotismo dos donos das televisões e directores editoriais é de bradar aos céus, principalmente porque apoiado na MENTIRA e na DETURPAÇÃO dos dados de modo a dar sempre a impressão que vivemos no PIOR DOS PAÍSES. E fazem-no com o despudor de acreditarem que somos todos estúpidos e que não sabemos sequer que os países frios e altamente industrializados são grandes poluidores.



Enfim, não vale mesmo a pena comprar e ler jornais e ver televisão. Não aprendemos nada e somos mesmo desinformados e tornamo-nos menos inteligentes se acreditarmos minimamente aquilo que qualquer PALERMA na televisão diz.


Dsotto



publicado por DD às 23:20
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24

26
27
28
29
30
31


posts recentes

Défice de 2,06%

IMPOSTOS

Cronologia da PT deturpad...

Schäuble quer Dominar a E...

Euro ou "Bitcoins" Portug...

Mário Centeno: O que caus...

Faleceu o HOMEM da Liberd...

Paulo Silva – O Caçador d...

A Europa tem Medo dos Muç...

Dieter Dellinger: Estalin...

arquivos

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2004

Maio 2004

tags

todas as tags

links
subscrever feeds