Jornal Socialista, Democrático e Independente dirigido por Dieter Dellinger, Diogo Sotto Maior e outros colaboradores.
Terça-feira, 29 de Julho de 2008
As Críticas Absurdas de Manuela Ferreira Leite

 

            Manuela Ferreira Leite atingiu o ponto zero da política ao argumentar que uma lei aprovada por unanimidade pela Assembleia Regional dos Açores e pela Assembleia da República foi apenas “um pretexto para o PS arranjar um conflito com o Presidente da República”. Como líder dos PSD não respeitou sequer os votos dos deputados açorianos e nacionais do seu partido.

            Refiro-me ao Estatuto Político-Administrativo dos Açores. O presidente do Governo Regional dos Açores criticou o PR por ter enviado a proposta de revisão estatutária para o Tribunal Constitucional. Efectivamente, é altamente criticável e condenável a posição de Cavaco Silva não respeitar as votações por unanimidade absoluta de todos os partidos. Votações assim têm praticamente valor constitucional.

            Foi infeliz e pouco inteligente, a opinião de MFL quando tem no seu partido o turbulento Alberto João que nunca respeitou nada nem ninguém e ameaçou há dias o Continente de receber uma ordem de despejo, acrescentando que quem quer ter ilhas no Atlântico tem de as pagar. Como se não pagássemos o suficiente ao parasitismo insular da Madeira.

            Manuela critica na generalidade sem concretizar algo em particular, dando a entender que o Estado pode e deve apoiar tudo e todos ao mesmo tempo que numa entrevista ao Expresso apoia a necessidade de um Estado menor.    

            A ex-Ministra das Finanças afirmou há tempos que o Estado não apoia as pequenas e médias empresas quando há um programa que tem uma linha de crédito altamente bonificado para as PME de 1,25% abaixo da taxa Euribor, ou seja, 3,75%, o que beneficiou 480 empresas no valor de 510 milhões de euros.

            Há ainda outros programas, nomeadamente com subsídios para desenvolvimento tecnológico e científico e apoio a PME do interior do país, etc.

            Manuela ao dizer na generalidade que as PME não são apoiadas parece que acha que o café da esquina deve receber algum subsídio e, assim, as pequenas lojas, oficinas, etc. Ela não entende nada de economia de mercado. Se há mercado, os empresários devem saber fornecer bens e serviços desejados pelo mercado (consumidores) e pagos devidamente. Não compete aos contribuintes pagar a todas as PME seja o que for, excepto no âmbito de programas muito bem definidos e com valia para todos. Até porque há em Portugal cerca de um milhão de PME, incluindo os empresários individuais. Por isso é sempre de má fé falar que fecharam em qualquer ano mais de dez mil PME sem dizer que outras tantas abriram. Num universos de um milhão aquilo que parece muito não passa de 1%, o que é uma percentagem muito inferior ao próprio número de pessoas que se reformam ou morrem todos os anos. E se as pessoas nascem e morrem, porque razão não pode acontecer isso com as PME que, no fundo, não passam de pessoas economicamente bem ou mal organizadas

            A mesma senhora também vem dizer que os jovens não são apoiados, os pobres, os idosos, os trabalhadores, as mulheres, etc. É evidente que são críticas baratas de quem não tem programa.

            Curiosamente, o PSD votou a favor de mais de 50% das leis propostas pelo PS na AR e, na totalidade, foram quase 70% das leis que receberam o voto favorável de um ou outro partido da oposição. Até o PCP votou favoravelmente 31% das leis do PS, o que é notável, dado que o partido do Governo tem a maioria absoluta.

 



publicado por DD às 15:34
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28


posts recentes

Mário Centeno: O que caus...

Faaleceru o HOMEM da Libe...

Paulo Silva – O Caçador d...

A Europa tem Medo dos Muç...

Dieter Dellinger: Estalin...

Dieter Dellinger: Portuga...

Dieter Dellinger: A Obesi...

Trump vai nomear um Gover...

Dieter Dellinger copiou: ...

Arnaldo Matos acerca de G...

arquivos

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2004

Maio 2004

tags

todas as tags

links
subscrever feeds