Jornal Socialista, Democrático e Independente dirigido por Dieter Dellinger, Diogo Sotto Maior e outros colaboradores.
Domingo, 3 de Agosto de 2008
O Insulto dos Oficiais das Forças Armadas

 

            Os oficiais das Forças Armadas insultam o Governo ao dizerem que há pouca transparência na venda do património militar, isto é, antigos quartéis, depósitos de material de guerra, etc.

            Os oficiais em questão não foram eleitos para governar o País e devem saber, a não ser que as queixas venham de reformados estúpidos, que a herança deixada pelo Portas em termos de compras de material de guerra ultrapassam em mais de dez mil vezes o valor do património das Forças Armadas agora vendido ou a vender e não tomaram conhecimento que muito desse património, terrenos, etc., passou para o domínio público, principalmente autárquico.

            Mais de 900 milhões  vão custar os dois excelentes submarinos adquiridos pelo Portas aos Howaldswerft.

            Para além disso, Portas deixou uma compra de 260 carros blindados Pandur II de oito rodas do tipo Chaimite que eram mais pequenos e só de quatro rodas. Portugal, durante os 13 anos de guerras coloniais, nunca chegou a possuir 260 Chaimites. Para que guerra é que Portas quis os Pandur II vindos da Áustria. O governo negociou entregas mais proteladas e este ano vieram apenas 15 unidades, podendo chegar mais umas tantas até ao fim do ano.

            Foram adquiridas duas fragatas holandesas em segunda mão para substituir, com as 3 “Vasco da Gama” compradas pelo Cavaco, as sete fragatas já abatidas ao serviço. Parte das 10 corvetas que foram e ainda estão a ser abatidas vão ser substituídas pelos NPO200 (Navios de Patrulha Oceânico) mais adequados ao serviço de vigilância, patrulha, salvamento e combate à poluição nas nossas costas e ilhas atlânticas.

            Portas adquiriu muito material para os F-16 e comprou uns tantos encaixotados que vieram em parte como compensação da cedência da base dos Açores. Os F-16 estão a ser montados e modernizados com o chamado equipamento da meia vida.

            Além disso foram adquiridos há anos os novos helicópteros para substituir os “Puma” que estão no fim da sua vida operacional.

            Houve ainda muito material adquirido para as missões da ONU e NATO, nomeadamente viaturas Hummer fabricadas na Galiza sob licença.

            Enfim, os oficiais querem ficar com o dinheiro do património militar enquanto os contribuintes pagam os milhares de milhões de euros em material de modernização das FAs.

            Eles estão convencidos que o contribuinte é parvo de todo e basta insultar um governo e veicular a ideia que os pequenos valores resultantes do património é “desviado” para o Ministério das Finanças que não teria direito de encaixar esse dinheiro, mas apenas de pagar os milhares de milhões. Tenham juízo senhores militares, portem-se com disciplina e lembrem-se que os contribuintes, nomeadamente as classes médias, estão longe de serem ricos. Somos todos pessoas de cêntimos bem contados e não podemos pagar para o pequeno Portugal os custos astronómicos de Forças Armadas de grandes países. Por isso, fazemos parte da União Europeia e da OTAN.

            E lembrem-se que durante muitos séculos, foi a política de alianças que garantiu mais a independência nacional que o poder militar nacional, apesar de este ser igualmente necessário e indispensável à soberania nacional exercida pelo Estado, nunca por auto-gestão de militares ou quaisquer associações profissionais.

 



publicado por DD às 17:06
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


posts recentes

Dieter Dellinger: REESTRU...

Salário Médio dos Portugu...

Putin: O primeiro Czar de...

CADERNOS DE E CONOMIA Nº ...

Dieter Dellinger escreve:...

Dieter Dellinger: Origem ...

Aneuploidia Mutante

Macron quer uma Nova Euro...

O AfD é um partido da con...

Dieter Dellinger: O jorna...

arquivos

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2004

Maio 2004

tags

todas as tags

links
subscrever feeds