Jornal Socialista, Democrático e Independente dirigido por Dieter Dellinger, Diogo Sotto Maior e outros colaboradores.
Domingo, 24 de Agosto de 2008
Pequenas e Grandes Coisas

 

 

 

            Sócrates foi a Santo Tirso inaugurar um “call center” da PT que dará trabalho a 1.200 pessoas. Foi criticado por isso. No Expresso, um tal Oliveira não achou bem e criticou o facto de os empregos virem de empresas fornecedoras de mão-de-obra e que seria mesmo de fora de Santo Tirso, apesar de aí o desemprego ser elevado, mas principalmente entre pessoas com a quarta classe. Esses, na minha opinião são já muito idosos; os desempregados da região têm mais habilitações que isso, mesmo que não tenham completado o 12º ano. De qualquer maneira, são empregos com salários da ordem dos 500 a 600 Euros. Pouca gente se vai deslocar por isso. A PT ou quem quer que seja não pode deixar de contar com a prata da casa que é dizer da região.

            O PM é um político e aproveita a deixa para incentivar a economia e veicular a mensagem que se pode fazer mais pelo emprego. De resto, com 135 mil novos empregos criados, Sócrates está quase a cumprir a promessa dos 150 mil e não tenho dúvidas que o conseguirá até Outubro ou Novembro de próximo ano, tanto mais que a terrível crise da alta do petróleo e dos produtos alimentares está a revelar-se como uma falsa crise, tão grande foram as quebras nos preços respectivos verificadas nas últimas semanas e dias, revelando que os grandes economistas do país e deste e daquele Mundo não tinham a mais pequena compreensão dos mercados mundiais. O Sr. Trichet com os governadores dos Bancos Centrais e os muitos economistas dos sectores de estudo e prospecção falharam em toda a linha. Onde viam uma catástrofe mundial e uma gigantesca depressão americana, está agora uma situação a normalizar-se. Ninguém sabe nada do futuro; só depois é que somos inteligentes.

            Mas, Sócrates como PM e político tem o direito de inaugurar o que entender e o tal Daniel de criticar. Só que a crítica tem levado a melhor sobre o partido do governo. Ainda ontem, a TSF esteve 24 horas a dizer de meia em meia hora que a Maternidade Alfredo da Costa está com cinco médicos nas urgências quando devia estar com oito. É lamentável, mas estamos no verão, em Agosto, e há quem queira e tenha o direito de gozar férias neste período; nas gavetas do Ministério da Saúde não há médicos especialistas arquivados para serem utilizados na época das férias ou para substituir médicos doentes ou acidentados. Que venha algum governo com uma solução para isto. A própria TSF reduziu os seus noticiários a um mínimo dos mínimos e repete-os até se tornarem insuportáveis. Claro, a TSF tem jornalistas de férias. Porque não?

            Todos os anos, o drama de verão vem noticiado como se fosse estrutural. É a falta de médicos ou enfermeiros um pouco por toda a parte em unidades que não pararam a sua actividade e que estão a pagar horas extraordinárias para que o pessoal que ficou consiga evitar paragens de funcionamento. Será sempre assim no futuro.

            Nos meios de comunicação, quase com excepção do Expresso que é muito isento, os pequenos problemas do dia-a-dia são batalhados como se fosse a catástrofe final do País e ajudam muito a desmotivar as pessoas. Até entre os crimes violento vêm enumeradas pequenas situações de um homem que apontou uma faca a uma empregada de uma bomba de gasolina para sacar 150 euros e fugir. Outros são bem mais importantes como o assalto a uma carrinha blindada com explosivos, sem vítimas. Pena foi que tivesse sido revelado o montante roubado, o que não deixará de atrair muito mais gatunagem, incluindo estrangeira, no futuro. Foi erro extremamente grave da Prossegur ou da polícia ou seja de quem for. Essa revelação veio pôr em perigo a vida dos empregados da empresa em causa e até de outras.

            Acho mesmo, que deverão ser mobilizadas algumas forças militares para circularem nas auto-estradas e acompanhar carrinhas de transporte de valores e proteger bombas de gasolina, etc., a par das patrulhas normais. Muitos militares destacados para a Bósnia foram, na verdade, fazer o papel de polícias, patrulhando estradas e vilas, pelo que não vejam que o não possam fazer na terra natal. O pessoal da PSP e GNR trabalha seis horas por dia e tem direito a um mês de férias e, provavelmente, não está disposto a gozá-las no Inverno ou serem escaladas ao longo de todos os 12 meses do ano.

            Mas, a crítica essencial que ouvimos todos os dias é a das pequenas coisas e cada vez mais pequenas que dão a impressão que está tudo mal. Num país de 10,4 milhões de habitantes, há, evidentemente, todos os dias um acontecimento nefasto. E se não houver nada de especial, há, no verão, um bocado de mato que ardeu ou um ou mais acidentes de automóveis. Quem os não teve ao longo de uma vida de condutor? E quem não foi culpado?

            O noticiário que vem de fora revela bem que não há máquinas nem homens infalíveis. Porque os haveria de haver por cá?

 

           

           

 



publicado por DD às 20:39
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

Dieter Dellinger: Origem ...

Aneuploidia Mutante

Macron quer uma Nova Euro...

O AfD é um partido da con...

Dieter Dellinger: O jorna...

Dieter Dellinger copiou: ...

Dieter Dellinger Copia Ar...

Cavaco Pio, Pio

Salários dos Trabalhadore...

Dieter Dellinger: O T-ROC...

arquivos

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2004

Maio 2004

tags

todas as tags

links
subscrever feeds