Jornal Socialista, Democrático e Independente dirigido por Dieter Dellinger, Diogo Sotto Maior e outros colaboradores.
Sexta-feira, 12 de Setembro de 2008
O Patriotismo de Pacheco Pereira

 

O “douto” Pacheco Pereira acusa o governo português na revista “Sábado” de subserviência relativamente aos assuntos internos de uma nação independente como é Angola.

            Para ele  as recentes eleições angolanas não terão sido suficientemente democráticas e acha que “o tom louvaminheiro e acrítico com que falamos de Angola contrasta com tudo o que as organizações internacionais que acompanham os direitos humanos ….”, dizem.

            Pacheco Pereira não reparou que Angola não é uma colónia portuguesa, pelo que não compete aos portugueses e, principalmente, aos que têm responsabilidades governativas dizer o que os angolanos ou o governo daquele país deve ou não fazer em termos de eleições. E não percebeu que atitudes muito críticas não levam a nada, pois Angola não precisa de Portugal e o nosso país pode estar ainda pior se andar armado em cavaleiro andante da democracia no Mundo.

 Com as suas críticas, Pacheco desmascara-se como o típico oposicionista para quem tudo o que for mau para Portugal é bom para a oposição. Assim, as boas relações económicas com Angola, as exportações para aquela grande nação africana, os investimentos que os portugueses fazem em Angola e os angolanos em Portugal é mau porque fortalecem a economia nacional e de Angola.

            O problema mais grave de Portugal é, sem dúvida, o gigantesco défice da sua balança comercial e inerentemente da respectiva balança de pagamentos associado ao endividamento externo que não é do estado, mas de particulares, o que não deixa de provocar um diferencial apreciável para baixo entre o valor do PIB e do Rendimento Nacional Bruto, anteriormente denominado Produto Nacional Bruto.

            Perante isso, o governo português faz aquilo que Cavaco não fez como PM, incentiva as exportações e relações externas e, tal como fazem todos os países democráticos da Europa, não se preocupa em meter-se na política interna e não tem de avaliar o grau de democraticidade de países como a Rússia, a China, a Venezuela, Angola, Moçambique, Líbia, etc., etc.

            Enquanto oposição, o PSD tem criticado os referidos défices que, de resto, vêm de longe, incluindo dos muitos anos em que o PSD ocupou as cadeiras do poder. Mas, ao criticar os défices, não se pode criticar toda e qualquer política destinada a resolver o problema, aumentando as nossas exportações.

            Será que Pacheco sabe se os alemães, franceses, italianos, espanhóis, etc. só exportam para países exemplarmente democráticos.

            A posição crítica de Pacheco só tem cabimento num esquema de pensamento em que não prevê qualquer vitória eleitoral do PSD nos próximos cinco anos ou mais. Porque se admitisse isso, sabia que a questão dos défices é vital ou mortal para quem queira governar o País depois das eleições de 2009 e igualmente depois das de 2013.

            Pacheco fala por falar. Não tem muito para dizer e larga bosta pela boca fora para arrebanhar uns euros à revista Sábado que tem como linha editorial que tudo o que estiver mal agora é culpa do Governo PS e é bom para a oposição. O que serve Portugal, independentemente dos partidos, não interessa.

 

 



publicado por DD às 20:36
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
18
19
20

23
24
25
26
27
29

30


posts recentes

Dívida Pública: Acordo BE...

Suicídio da Europa segund...

Marcelo Condecora Soares ...

Comissária Desconhecida q...

Produção de Automóveis

Défice de 2%

IMPOSTOS

Cronologia da PT deturpad...

Schäuble quer Dominar a E...

Euro ou "Bitcoins" Portug...

arquivos

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2004

Maio 2004

tags

todas as tags

links
subscrever feeds