Jornal Socialista, Democrático e Independente dirigido por Dieter Dellinger, Diogo Sotto Maior e outros colaboradores.
Quinta-feira, 1 de Janeiro de 2009
Cuba: Meio Século de Ditadura Comunista

 

 

            A família Castro festeja o quinquagésimo aniversário da Revolução e Ditadura de Cuba.

            Cinquenta anos sob a direcção férrea dos irmãos Castro sem eleições livres, partidos de oposição ou sindicatos livres e, além disso,uma censura férrea em todos os meios de comunicação, incluindo os blogs da Internet que são desligados a belo prazer dos detentores do Poder.

            Meio Século a dirigirem o Partido Comunista de Cuba e este como única força monopolista do Poder sem qualquer democracia interna.

            Apesar de terem saído de Cuba mais de dois milhões de cidadãos que votaram com os pés e foram para a terra do inimigo, EUA, o país ainda tem presos mais de 200 pessoas por delito de opinião política.

            Com um PIB per capita de 3.900 dólares, Cuba ocupa o nonagésimo lugar na escala mundial de riqueza em paridade de poder de compra. Compare-se com as críticas a Portugal feitas pelo Partido Comunista Português. E o que é Portugal ?  PIB per capita português: 23.430 dólares estimados para 2008. Só 6 vezes mais a favor dos portugueses, apesar dos cubanos estarem 50 anos a serem governados por um Partido Comunista.

            Não me move qualquer interesse em criticar Cuba. Sou sim movido pelo interesse em desmascarar as mentiras propaladas pelo Partido Comunista Português que pretende veicular a ideia que se estivesse no poder, Portugal estaria muito melhor; talvez como Cuba, ocupando o nonagésimo lugar em vez do excelente vigésimo nono lugar na escala mundial riqueza?

            Cuba festeja o seu meio Século de ditadura com uma produção açucareira igual à registada em 1904; retrocedeu mais de um Século. Libertou-se da monocultura açucareira, mas nada colocou em sua substituição. Vive de algumas exportações de Rum, um pouco de açúcar, charutos, produtos farmacêuticos, algum café, citrinos e do turismo que não é muito rentável pois calcula-se que por cada dólar gasto por um turista se importa, pelo menos, uns 60 cêntimos de produtos diversos para o abastecer. O povo cubano vive ainda com o racionamento de quase todos os bens de consumo. Apenas a Coreia do Norte e, em parte, a Birmânia têm racionamento de bens essenciais.

            Pelas suas paisagens e praias e simpatia da população, Cuba poderia receber cem vezes mais turistas do que recebe, os quais são alojados numa única zona, a de Veradero.

            No início da Ditadura, o Partido Comunista Cubano defendia o fim da monocultura açucareira e substituição por uma agricultura altamente diversificada e instalação de uma vasta indústria. A realidade é que nada disso aconteceu apesar de o chamado bloqueio dos EUA a Cuba ter criado as condições para uma economia mais autónoma e o advento de uma indústria para servir o mercado interno.           

            De nacional, ficaram apenas alguns geradores movidos com o calor produzido pela biomassa, muitos moinhos de vento para elevar água dos poços (semelhantes aos que existiam em Portugal há mais de meio Século), torres eólicas destruídas pelos tufões porque não foram estudadas para resistir a ventos ciclónicos.

            Cuba tem uma economia estatizada à excepção de alguns investimentos estrangeiros na área do turismo e da agricultura na produção de citrinos de exportação e de algumas produções ditas excedentárias na agricultura. Os trabalhadores das unidades Básicas de Produção Agricultura são recompensados com a generosidade da família Castro que lhes permite cultivar umas parcelas de terra e vender no mercado o produto do seu trabalho. Os Castro estão para os agricultores cubanos como estavam os senhores feudais da Idade Média. Saliente-se que a gigantesca quebra da produção açucareira se deve à ausência de equipamentos modernos para corte de cana e extracção do açúcar, o que dificulta muito a concorrência com os países produtores.

            Cuba sofre o embargo dos EUA, mas convém recordar o que isso significa. É verdade que os EUA são anti-comunistas, mas é também verdade que Cuba nacionalizou os bens americanos na ilha sem pagamento de indemnizações, o que levou a uma proibição de passagem pelas alfândegas americanas de produtos de e para os EUA. Fidel de Castro não tomou nota que a ilha é cubana, mas os portos e alfândegas do gigantesco vizinho estão sob a autoridade americana. O curioso é que os bens americanos não valiam o suficiente para causar qualquer prejuízo aos EUA, mas a proibição de exportar e importar por parte de Cuba foi muito prejudicial ao povo cubano que pagou e está a pagar um preço elevado pela teimosia da família Castro que colocou os seus interesses antes dos do povo.

            Ao longo dos 50 anos de ditadura, Cuba queimou partes da safra de açúcar num valor muito superior aos das indemnizações a pagar por uma refinaria e distribuidora de petróleo, uma empresa telefónica, uma série de casinos e hotéis mais umas delegações de empresas diversas. Um governo tem a obrigação de evitar tais embargos. Os Castro nunca quiseram negociar com as empresas americanas indemnizações em açúcar, por exemplo, com a condição de manterem a possibilidade de exportar o que quisessem para os EUA. Podemos imaginar um governo comunista em Portugal a nacionalizar os bens espanhóis e receber como retaliação o fecho das fronteiras entre Portugal e Espanha? Qual o mais prejudicado? O povo português, como é evidente.

            Os cubanos vivem hoje com salários insuficientes para poderem sobreviver em condições mínimas. Os seus muitos médicos ganham 20 Euros mensais e só nos períodos em que vão para o estrangeiro trabalhar é que conseguem amealhar alguns dólares para trocarem pelos Pesos convertíveis e assim adquirirem muita coisa que os restantes cubanos com os Pesos normais não podem. Cuba tem bons serviços de saúde primários e um pouco mais, mas falta-lhe a aparelhagem moderna como os TACs, Dopplers, etc., apesar de já não serem tão caros como o eram há uns anos atrás. Mesmo assim, Cuba tem uns 3,6 médicos por mil habitantes e Portugal tem 3,4, o que é também um dos valores mais altos do Mundo. Em Cuba, os pacientes têm o costume de oferecer prendas aos médicos estatais, nomeadamente comida, para serem melhor tratados. Há uma exportação de serviços médicos para o turismo de saúde destinado a arranjar divisas, mas na medida em que essa “exportação” aumenta muito, menos fica para o Povo cubano.

Cuba tem duas moedas, uma para os mais iguais e outra para os menos iguais. Muitas famílias cubanas sobrevivem à custa das remessas que outros familiares enviam dos EUA através de países como o México, Canadá, etc., porque Cuba sofre o embargo americano, mas não o dos outros países do Mundo e foi muito ajudado pela ex-URSS e países satélites. O fim do apoio soviético resultou numa quebra de 35% do Pib nos anos oitenta e ficaram mais de 20 mil milhões de dívidas por pagar aos russos e outros tanto aos ex-países comunistas. A Alemanha reunificada perdoou a Cuba as dívidas contraídas com a ex-RDA.

O PIB cubano tem crescido a taxas superiores a 7% nos últimos anos porque partiu de valores baixíssimos e alguma actividade económica foi liberalizada. Contudo, logo após os acordos proveitosos com a Venezuela que fornece petróleo barato, muitas dessas actividades foram proibidas, salientando-se em particular as pequenas oficinas privadas de reparações de bicicletas, motos e carros, canalizações, aparelhos diversos, pequena construção civil, etc. A ditadura dos Castros teme o pequeno mecânico de bicicletas. Curioso? Os senhores feudais também temiam os habitantes livres do burgo, os burgueses, que eram comerciantes e artificies na Idade Média, apesar de necessitar dos seus serviços.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



publicado por DD às 20:03
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De Cidadão Quem? a 31 de Março de 2010 às 01:25
Olá,

Fizemos um pingback deste post em nosso blog. Aproveitamos a oportunidade para parabenizá-lo pelo texto.

Há braços!

Link para este post colocado em:
http://cidadaoquem.blog.br/?p=111


De nicolau a 9 de Julho de 2013 às 01:24
Os traidores "democratas" americanos sustentam o comunismo em Cuba porque Castro deixou a Maçonaria livre em Cuba, seu babaca!


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

Faaleceru o HOMEM da Libe...

Paulo Silva – O Caçador d...

A Europa tem Medo dos Muç...

Dieter Dellinger: Estalin...

Dieter Dellinger: Portuga...

Dieter Dellinger: A Obesi...

Trump vai nomear um Gover...

Dieter Dellinger copiou: ...

Arnaldo Matos acerca de G...

Dieter Dellinger copiou d...

arquivos

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2004

Maio 2004

tags

todas as tags

links
subscrever feeds