Jornal Socialista, Democrático e Independente dirigido por Dieter Dellinger, Diogo Sotto Maior e outros colaboradores.
Sexta-feira, 15 de Junho de 2007
Indústria Eólica agora em Portugal
windae.jpg

O investimento estrangeiro tem estado a vir de uma forma normal, projecto a projecto, em função das oportunidades de negócio e, hoje cada vez mais, associado a empresas nacionais. Estas é que têm de servir de motor de arranque para os investimentos industriais de vulto como acontece agora com a EDP e a ENERCON alemã.

O Projecto Enercon é o resultado de o Governo apostar em força na energias renováveis, nomeadamente na eólica, de grande importância para um país como Portugal que não possui petróleo e as suas capacidades hidrícas são contingentadas pelo clima e pela orografia. E eis pois os primeiros resultados de uma política tornada credível desde que o eng. António Guterres, enquanto primeiro-ministro, lançou o primeiro programa eólico, continuada agora pelo eng. José Sócrates.

Assim, lê-se no Expresso o seguinte:

A Enercon assinou esta semana o contrato para a instalação de um complexo industrial destinado a abastecer os mercados nacional e de exportação de geradores que transformam vento em energia.

A Enercon, líder em Portugal com 30% do mercado, é o sócio tecnológico do Agrupamento Eólica Lusitana (AEL), grupo liderado pela EDP e que inclui três dos quatro principais promotores de eólicas - a Generg (parceria entre as fundações Oriente, Luso-Americana e Gulbenkian), a SIIF (participada do Grupo francês EDF), além da Enernova (EDP). A Finerge (do grupo Endesa) e a (Térmica Portuguesa (Grupo Sonae e Endesa), completam também integram o agrupamento.

O projecto Lusitana envolve a criação de um cluster de base industrial que fornecerá as centrais dos cinco promotores associados e será a garantia de que elas terão mais de 75% de incorporação nacional. O critério que mais pesa (45%) na hierarquização dos candidatos é o do parceiro tecnológico.

O complexo de Viana, com 30 mil metros quadrados de área coberta em terrenos cedidos pelos estaleiros navais, é uma parte (40 milhões de euros) do investimento de mil milhões, associado a toda a operação eólica.

Os novos parques eólicos vão gerar 6% da electricidade nacional, o equivalente ao abastecimento de 800 mil lares (um quinto do consumo residencial em Portugal) e a 30% da energia eléctrica importada no último ano.

Dsotto



publicado por DD às 22:38
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

Os Fogos em Portugal

Portugal em Forma e Antón...

O "Crime" da EDP

Dieter Dellinger: BOAS NO...

Dívida Pública: Acordo BE...

Suicídio da Europa segund...

Marcelo Condecora Soares ...

Comissária Desconhecida q...

Produção de Automóveis

Défice de 2%

arquivos

Junho 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2004

Maio 2004

tags

todas as tags

links
subscrever feeds