Jornal Socialista, Democrático e Independente dirigido por Dieter Dellinger, Diogo Sotto Maior e outros colaboradores.
Sábado, 4 de Fevereiro de 2012
Por Dieter Dellinger: "Depressão pós-Leitura do Expresso"
Ler o Expresso de hoje é ficar deprimido a necessitar de um Lexotan, Xanax ou outra porcaria qualquer do género. Todos dizem o mesmo, desde o João Bosco ao Daniel Oliveira, passando pelo Sousa Tavares, Martim Avillez, Adão e Silva. As palavras podem ser diferentes, mas ninguém acalenta a mais pequena esperança no futuro de Portugal e até da Europa. O Avillez escreve que a chinesa "State Grid" já fechou a compra de 25% da REN. Não sabia. Ele chama-lhe Rede Elétrica Nacional, mas é Rede Energética Nacional porque inclui o gás.
Tavares desespera e fala em 800 mil desempregados, mas não diz que a saída para crise só pode ser feita pelo trabalho e, precisamente, por esses 800 mil desocupados.

Em duas grandes páginas vem os prejuízos da banca com as fotos dos autores. Curiosamente, do único banco que teve lucro quase nunca se viu o administrador máximo em fotografia nos jornais ou a dar entrevistas na televisão e o seu nome é praticamente desconhecido.
Na 3ª página vem como a Paula Teixeira da Cruz quer pôr toda a gente na prisão. Sim, só isso nos faltava. Depois de nos tirarem o dinheiro, levar-nos todos para a prisão, mesmo que preventiva. Mas onde é que burra loura vai arranjar dinheiro para nos prender a todos. Só se nos pôr a pão e água em campos de concentração ao relento. Assim até acabamos com as incómodas gorduras ventrais e com a vida.

 

Mas, ela tem razão, a classe média sem dinheiro, deixa de pagar impostos, contas diversas e até os condomínios e para comer acabamos como o sem-abrigo que foi condenado por causa de uma lata de polvo e de um champô. Sim, podemos não ter nada, mas também não queremos andar com piolhos na cabeça e cabelos gordurosos. Por isso, nada como roubar ao Alexandre e ir para a prisão às ordens da burra.
Mas, voltando ao Sousa Tavares, lemos a tão repetida como estúpida frase que vivíamos acima das nossas possibilidade. O homem não percebeu que com o salário médio nacional de 800 euros e a reforma média de 600 euros, a grande masssa dos portugueses nunca viveu acima das suas possibilidade. O que aconteceu foi que essa massa enorme de mais de 2 milhões de portugueses idosos está viva e não MORREU ainda. Cavaco contava que morreriam dentro de alguns anos, mas não aconteceu, e o Estado foi obrigado a pagar reformas de 200, 300 até 600 euros a quase 80 % dos portugueses e um pouco acima a 20%.

A medicina evoluiu. Há vinte anos atrás um pequeno enfarte das coronárias matava logo; hoje, faz-se um cataterisma ou angioplastia através de um buraquinho na virilha e em meia hora coloca-se um stent ou alarga-se as coronárias e aí estão mais dez ou vinte anos de reformas baixíssimas "acima das nossas possibilidades". O "pace maker" é quase tão rápido.
Claro, o Ministro Macedo está resolver o problema ao impor um corte de 20% nas despesas com saúde que significam bem 20% de mortes a mais. Ele chama desperdício à vida de tantos idosos que morrem só em casa ou nos hospitais. Em vez de morrerem cerca de 100 mil portugueses teimosos que já deviam ter morrido há muito tempo, como eu por exemplo, para gáudio dos escribas e outros patifes do capitalismo e dos partidos da direita vão passar a morrer 120 mil. Sempre são 20 mil reformas a menos.

Curiosamente, no meios de tantos textos a proclamar a nossa miséria e incapacidade de viver ainda mais pobremente, a Mercedes-Benz apresenta três páginas inteiras de anúncio aos seus bonitos e caríssimos carros. Mas, o que passa pela cabeça dos gestores da marca em Portugal. Sem crédito bancário e com muitas dezenas de milhões de euros perdidos na bolsa e cortes em salários e pensões além da fuga das grandes empresas para a Holanda para onde vão pagar os seus impostos, quem vai comprar o Classe C com Pack desportivo AMG? Serão os membos do governo? Não percebo, já não sei onde vivo nem o que é a economia.

Nota: Num comentário que escrevi no fórum do jornal alemão "Die Zeit", relatando a média dos salários e reformas em Portugal recebi respostas de grande emoção. Os alemães que me responderam, perguntaram como é possível extorquir juros de 20 a 30% a uma população que ganha 800 euros de média mensal.

 



publicado por DD às 16:59
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28


posts recentes

Mário Centeno: O que caus...

Faaleceru o HOMEM da Libe...

Paulo Silva – O Caçador d...

A Europa tem Medo dos Muç...

Dieter Dellinger: Estalin...

Dieter Dellinger: Portuga...

Dieter Dellinger: A Obesi...

Trump vai nomear um Gover...

Dieter Dellinger copiou: ...

Arnaldo Matos acerca de G...

arquivos

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2004

Maio 2004

tags

todas as tags

links
subscrever feeds