Jornal Socialista, Democrático e Independente dirigido por Dieter Dellinger, Diogo Sotto Maior e outros colaboradores.
Sábado, 21 de Abril de 2012
FALTA TUDO EM PORTUGAL

 

 

 

Palavras de D. Januário Torgal Ferreira: “Depois de termos as pessoas que se for preciso dar uma sopa
dão, e muito bem, mas são incapazes de dizer que numa dada empresa os trabalhadores estão sem salário ou estão a ser despedidos. Temos de viver o
evangelho na cidade dos homens com o objetivo de a humanizar, não de a catolizar”.

D. Januário colocou o dedo em muitas feridas e em Portugal está tudo a andar para trás, o falhanço do governo e da troika é total.

Curiosamente, a Igreja Católica anda para trás com cada vez menos crentes, que não deveria acontecer em tempos de crise, antes pelo contrário. Está como os transportes públicos que deveriam ter mais afluência por a venda de carros e combustíveis ter diminuído
drasticamente, mas acontece o mesmo com o metro, CP, etc.

As contas públicas em austeridade revelaram-se muito mais negativas no primeiro trimestre de 2012 em comparação com o mesmo período do governo Sócrates.

O défice trimestral aumentou para 483 milhões de euros com as receitas do Estado a caírem e as despesas a aumentarem.

O governo cometeu a asneira de “nacionalizar” o fundo de pensões da banca e gastou 130 milhões de euros em reformas de bancários no primeiro trimestre e gastará mais de 520 milhões no ano completo.

A situação piorou emtodos os domínio com a paralisação dos projetos de energias renováveis e das obras do Parque Escolar e em estradas, etc. O TGV e o novo aeroporto foram à vida. A mortalidade quase duplicou; a ida às urgências hospitalares sofreu uma queda de 58.000 e as cirurgias nos dois primeiros meses do ano foram menos de mil e tal que nos dois meses de Sócrates por via da burla do ministro Macedo
que, recebendo uma parte importante dos quase 30% de TSU pagos pelas empresas e trabalhadores sobre os respetivos salários voltou a cobrar dinheiro nos atos médicos, afirmando que a gratuidade seria impossível como se os descontos salariais não fossem o pagamento para reformas e atos médicos do SNS.

O governo de direita ou, mesmo, extrema-direita quer, aconselhado pela direita europeia, desmantelar o Estado Social está também a quebrar a espinha a grande parte dos detentores do capital em Portugal. Berardo não tem como pagar as dívidas à CGD. Adquiriuações do BCP por 10 mil milhões de euros que só valem 35 milhões agora, ou 11 cêntimos. O mesmo se passa com quase toda a banca.

Para privatizar a TAP? O governo concedeu regalias extraordinárias à “low cost” Easyjet, a tenebrosa empresa de transporte aéreo que só quem viajou nela pode contar, mas é mais barata. Como, nestas condições, a TAP não vale quase nada com todos os seus “leasings” e dívidas, apesar do resultado operacional ser relativamente positivo, o governo quer juntar ao negócio a venda dos aeroportos nacionais, um típico espaço de soberania nacional.

Mas, há curiosidades inexplicáveis, o BPI diz que chegou a hora de privatizar a CGD, mas as suas ações estão a 40,7 cêntimos. O BES ficou-se nos 60 cêntimos e o BANIF desceu para 19 cêntimos, enquanto o BCP já está a 10,9 cêntimos. Com a bica a valer
mais que a maior parte das ações dos bancos e das financeiras (Cofina vale 0,36 euros), há banqueiros que querem a CGD privatizada. Só se for para os chineses adquirirem.

A desonestidade dos banqueiros é tal que o BANIF recomenda aos seus “papalvos” que comprem ações das renováveis no preciso momento em que o Governo trava todos os projetos de produção de eletricidade pela via das renováveis, eólicas e hídricas.

Falta honestidade no mercado português como falta dinheiro, espírito de iniciativa e uma linha de rumo político na economia. Os nabos Passos, Álvaro e Gaspar deveriam regressar à escola primária com o Nuno Crato, pois parece que ninguém sabe fazer contas e o Jornal de Negócios permite a um alemão Hans Werner Sinn escrever esta estupidez: “a esses países em crise que não querem assumir a carga de uma deflação, devia dar-se-lhe a oportunidade de abandonar temporariamente a Zona Euro, para desvalorizar os seus preços e dívidas”. Como é que se desvalorizam dívidas em euros, só obrigando os credores a aceitarem uma nova moeda desconhecida, o que obviamente ninguém vai querer. E deflação é o que estamos a
viver com o País cada vez mais parado. 

 

Colocado no Facebook de
Dieter Dellinger



publicado por DD às 18:20
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

27
28


posts recentes

Euro ou "Bitcoins" Portug...

Mário Centeno: O que caus...

Faaleceru o HOMEM da Libe...

Paulo Silva – O Caçador d...

A Europa tem Medo dos Muç...

Dieter Dellinger: Estalin...

Dieter Dellinger: Portuga...

Dieter Dellinger: A Obesi...

Trump vai nomear um Gover...

Dieter Dellinger copiou: ...

arquivos

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2004

Maio 2004

tags

todas as tags

links
subscrever feeds