Jornal Socialista, Democrático e Independente dirigido por Dieter Dellinger, Diogo Sotto Maior e outros colaboradores.
Sábado, 8 de Setembro de 2012
Submarinos Corruptos?

 

 

 

Antigos administradores da Ferrostaal confessaram terem feito pagamentos corruptos num acordo com o Tribunal de Munique, pelo que foram condenados a penas suspensas de prisão e a multas de 18 mil euros cada. Foram oito administradores já demitidos da Ferrostaal.

A Cândida de Almeida foi a Essen e, segundo o Expresso de hoje, andou com uma magistrada portuguesa que domina a língua alemã e procuradores alemães a vasculhar os arquivos da Ferrostaal. Ainda de acordo com o mesmo jornal conseguiu que a Ferrostaal entregue a documentação apreendida depois de ter perdido três recursos para o evitar. Serão mais de 100 mil páginas sobre o negócio da venda de dois submarinos a Portugal nos tempos do Porta como MD.

Sucede que os negócios de dinheiros e eventuais comissões não foram pagas a partir da Alemanha, mas sim na Inglaterra através da empresa filial da Ferrostaal, a International Marine.

Esse empresa pagou à Espírito Santo Commerce (UK), Ltd a quantia total de 31,6 milhões de euros registada na contabilidade como pagamento de serviços prestados na área financeira. O Tribunal de Munique não conseguiu provar que se tratavam de comissões, mas os juízes alemães consideraram que o montante está muito acima do valor comercial desses serviços.

Além disso, um tal Juergen Adolff , Cônsul honorário de Portugal em Munique, recebeu a quantia de 1.679.324,41 euros. O juiz alemão considerou esta verba como corrupta, dado que a sua qualidade de cônsul, mesmo honorário, não permitia receber dinheiros por favores praticados. Entre esses favores estaria a organização de um encontro entre o então primeiro-ministro Barroso e administradores da Ferrostaal.

Por cada submarino, Portugal pagou mais 400 milhões de euros, a que se acrescentaram depois os torpedos italianos e outros armamentos. A marinha adquiriu um modelo designado U-209PN que aparentemente trata-se do casco relativamente antigo do modelo U-209 alongado para levar células de combustível que permitem produzir eletricidade para acionar os motores elétricos silenciosamente e a baixa velocidade durante muitas semanas sem ter emergir. Os gregos e os coreanos pagaram um pouco mais de 350 milhões pelo modelo mais moderno, o U-212. Aparentemente parecem iguais, e há quem diga que a designação U-209 não tem a ver com o desenho do casco, mas sim com uma menor quantidade de equipamentos, nomeadamente material de guerra eletrónica que não foi incluído, como disse o comandante Rapaz Lérias a uma jornalista do jornal Público. O comandante Lérias foi um dos assessores técnicos na compra dos submarinos e lamenta que não tenha vindo material de manutenção e verificação e que, ao contrário do que tinha sido inicialmente acordado, a formação do pessoal não foi gratuita, mas paga pelo Estado português por 4,5 milhões de euros.

“A falta de material de apoio logístico terá consequências nefastas nos custos de sustentação dos submarinos”.

Para descobrir a verdade, há que constituir o Dr. Ricardo Salgado Espírito Santo em arguido e detê-lo para confessar toda a verdade sobre as verbas recebidas, dado que a Escom (UK) pertence ao BES que não se pode continuar a dizer que o dinheiro foi para pagar serviços e partiu para diversos offshores.

Para além dessa gigantesca verba, há outra mais modesta de apenas um milhão de euros recebida pelo vice-almirante reformado Rogério de Almeida que atuou na qualidade de consultor técnico do Consórcio Submarino Alemão que, em princípio foi o vendedor dos submarinos, e que tem escritório em Lisboa. O vice-almirante é engenheiro construtor naval e uma sumidade nesse campo, tendo desenhado as excelentes corvetas portuguesas, pelo que a verba pode ser adequada e já pagou o respetivo IRS.

Enfim, se o Dr. Salgado Espírito Santo não quiser, neste caso “não há políticos corruptos em Portugal”, como disse a Dra. Cândida de Almeida na Universidade de Verão do PSD.

Nota: A Ferrostaal não é um fabricante de submarinos ou seja do que for, mas um representante de grandes empresas alemãs em muitos países do Mundo, atuando na área dos grandes projetos, incluindo os militares e ficou famosa por ter participado na venda dos blindados alemães “Fuchs” à guerra de guerra nuclear, química e bacteriológica, vendidos pelo chanceler Kohl a Arábia Saudita quando da I. Guerra do Golfo. Eram dos stocks do exército alemão e foram vendidos por um preço a uma empresa ligada à Ferrostaal e revendidos, ou simplesmente faturados, quase pelo dobro aos sauditas. Parece que toda a gente ganhou dinheiro, incluindo o chanceler Kohl.

 

 

 



publicado por DD às 21:44
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

17
18
19
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

Dieter Dellinger escreve:...

Dieter Dellinger: Origem ...

Aneuploidia Mutante

Macron quer uma Nova Euro...

O AfD é um partido da con...

Dieter Dellinger: O jorna...

Dieter Dellinger copiou: ...

Dieter Dellinger Copia Ar...

Cavaco Pio, Pio

Salários dos Trabalhadore...

arquivos

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2004

Maio 2004

tags

todas as tags

links
subscrever feeds