Jornal Socialista, Democrático e Independente dirigido por Dieter Dellinger, Diogo Sotto Maior e outros colaboradores.
Quarta-feira, 23 de Junho de 2004
A TRAGÉDIA QUE SE AVIZINHA
No próximo dia 1 de Janeiro, 143 nações do Mundo vão poder exportar livremente para a Europa comunitária.


Nessas 143 nações labutam mais de cinco mil milhões de pessoas, contando-se, entre outras, os gigantes da Ásia como a China, a India, o Paquistão, a Indonésia, as Filipinas, a Malásia, o Vietname, a Coreia do Sul, etc., etc.


Principalmente a China que fabrica tudo como uma mão-de-obra paga com salários inferiores a 100 euros mensais.


Neste momento, os chineses fabricam os sapatos iguais aos portugueses a preços de 4 a 5 euros o par.


Assim sendo, a China, altamente industrializada, está hoje em vias de ultrapassar o Japão em exportações e tornar-se no primeiro exportador mundial.


Que resta a Portugal fazer? E à maior parte da Europa?


Deixar fechar todas as suas fábricas? Acabar com grande parte da agricultura, já que os chineses são também grandes produtores e nos campos a mão-de-obra é ainda mais barata?


As grandes empresas multinacionais e até as pequenas sentem que não têm outra alternativa senão deslocalizarem os seus centros de produção para a China. Assim, vão ensinando ainda mais os chineses e cavam as suas sepulturas.


É certo que a liberalização do Comércio Internacional foi negociada nos tratados assinados no âmbito da OMC (Organização Mundial do Comércio), nomeadamente no "Uruguai Round" e isto há alguns anos atrás.


Foi tudo muito combatido por muitos esquerdistas que diziam que a liberalização conduziria o Terceiro Mundo à ruina. Na verdade, o que sucede é que o Primeiro Mundo, nomeadamente a Europa, vão soçobrar completamente perante a ofensiva do Travalho "Escravo" da China, Vietname, India, Paquistão, Bangla-Desh, etc.


Mais importante que discutir uma pseudo-Constituição europeia e rererendá-la, seria saber o que fazer para DEFENDER O TRABALHO NACIONAL.


O Governo não tem estado a alertar os portugueses para a tragédia económica que aí vem e anda a enganar toda a gente com a ideia da retoma e de que esta será uma realidade quando países como a Alemanha, França, etc. saírem da crise.


Nada mais ERRADO. Depois de 1 de Janeiro de 2005 não haverá mais RETOMA. Portugal não tem espaço de manobra para produzir com a mão-de-obra mais barata da Europa, já que diferença para a da China é brutal e aterradora.


As exportações chinesas estão a abalar as fábricas de países de mão-de-obra ainda mais barata que a portuguesa como o Marrocos e o Brasil também já não é competitivo.


Que fazer pois?


A União Europeia deverá sair do "Uruguai Round" e dos acordos da OMC, impondo barreiras aduaneiras a uma nível que equilibre os custos de mão-de-obra entre os exportadores e a média comunitária europeia, se os países exportadores não alterarem profundamente a relação cambial das suasmoedas, valorizando-as para equilibrar em termos de "Paridade de Poder de Compra".


Enquanto isso não é feito, os portugueses devem COMPRAR PRODUTOS NACIONAIS o mais que possível. É certo que isso não resolve o problema das exportações e para o sector exportador, o mercado português é apenas uma pequena parte dos seus mercados.


Também uma pequena redução nos custos do Estado com eventual implicação na redução de alguns impostos não resolve nada, dado que o custo da mão-de-obra chinesa é cerca de um décimo do português, ou menos ainda?




publicado por DD às 22:37
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24

26
27
28
29
30
31


posts recentes

Défice de 2,06%

IMPOSTOS

Cronologia da PT deturpad...

Schäuble quer Dominar a E...

Euro ou "Bitcoins" Portug...

Mário Centeno: O que caus...

Faleceu o HOMEM da Liberd...

Paulo Silva – O Caçador d...

A Europa tem Medo dos Muç...

Dieter Dellinger: Estalin...

arquivos

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2004

Maio 2004

tags

todas as tags

links
subscrever feeds