Jornal Socialista, Democrático e Independente dirigido por Dieter Dellinger, Diogo Sotto Maior e outros colaboradores.
Segunda-feira, 10 de Junho de 2013
Primeiro a Mentira, depois o Medo

 

O maior e ainda menos aproveitado investimento agrícola

 

 



Tanto Cavaco como um tal Machado da CAP fizeram elogios à política agrícola nacional e ao seu desenvolvimento. Até há pouco tempo, governos PS, diziam o pior possível e repentinamente surge uma espécie de eldorado.
Alqueva, terminada por Sócrates, tem estado a produzir um desenvolvimento apreciável do Alentejo que será tanto maior quanto mais o sistema de rega avançar.
Mas, para quem está no mercado de matérias-primas e produtos agrícolas como é o meu caso, sabe que houve apenas uma subida mundial nos preços dos produtos agrícolas durante os últimos três a quatro anos com umas subidas maiores e outras menores e até algumas descidas. Ainda há poucos meses atrás o leite parecia em queda quando de repente subiu por causa das importações chinesas, as quais são também responsáveis por outras subidas.
Portugal começou a exportar mais porque se começa a pagar preços condizentes com a produtividade da agricultura nacional. Sempre que há preço pode haver exportação e nada disto vem dos longínquos tempos do cavaquismo. Portugal então acompanhou a União Europeia na sua vontade de reduzir produções para elevar um pouco os preços agrícolas. Isso prejudicou Portugal e favoreceu a França que recebeu subsídios e continuou a produzir.
O mercado mundial é instável. Nos países asiáticos os respetivos Pibs crescem e, como tal, também as importações de bens alimentares, mas todo o Mundo procura produzir mais e ninguém sabe se a China um dia não vai claudicar, apesar do seu crescimento e progresso. Trata-se de uma ditadura e estas existem sempre a prazo, mesmo que longo. O dia chegará em que a classe média chinesa de muitas centenas de milhões de pessoas se indagará sobre a razão de tudo ser decidido por um pequeno grupo de pouco mais de vinte pessoas que governam como se fossem sócios proprietários da maior empresa do Mundo, a China Comunista.
A Turquia com um excelente desenvolvimento económico, apesar de partir de níveis muito baixos, começa a mostrar fissuras na sua estrutura democrática, aparentemente sólida e baseada num governo maioritário que está no poder há uns dez anos.
Enfim, tanto a Zona Euro como a União Europeia estão em boas condições económicas com um comércio externo equilibrado, uma inflação muito baixa e uma moeda forte. A situação financeira é que se deteriora artificialmente. O grupo dos países endividados aumenta, o comércio interno tende a baixar e, com isso, também os preços e a inflação com os salários e as pensões. Contudo, ninguém quer decidir nada e ninguém propõe nada. Ler os “Cadernos de Economia” é uma desilusão. Nem César das Neves, nem Teodora Cardoso ou Almeida Serra, Jacinto Nunes e outros dizem qualquer coisa. Todos escrevem numa linguagem pretensamente técnica o óbvio, o vulgar, o que se diz num café ou num bar, mas nada de ideias suscetíveis de irem ao encontro de uma solução. Quanto à emissão de moeda continua a ser um tabu. Teodora, Frasquilho, Jacinto, Serra, Neves e outros tremem de medo e fazem uma auto-censura férrea, não vá a Embaixada Alemã comunicar para Berlim que a Teodora ou o César querem emissão de moeda. Frasquilho deve tremer de medo que a Merkel venha aí com um chicote. Só, talvez, um medo maior pode livrar o país do terror que inspira a Merkel. Esse medo seria uma ampla Frente Popular saída de eleições. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



publicado por DD às 20:11
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
18
19
20

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

Suicídio da Europa segund...

Marcelo Condecora Soares ...

Comissária Desconhecida q...

Produção de Automóveis

Défice de 2%

IMPOSTOS

Cronologia da PT deturpad...

Schäuble quer Dominar a E...

Euro ou "Bitcoins" Portug...

Mário Centeno: O que caus...

arquivos

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2004

Maio 2004

tags

todas as tags

links
subscrever feeds