Jornal Socialista, Democrático e Independente dirigido por Dieter Dellinger, Diogo Sotto Maior e outros colaboradores.
Segunda-feira, 22 de Julho de 2013
Dieter Dellinger: Menos Estado Social = Mais Pobreza = Menos Receita

 

Acabei de ouvir o Medina Carreira lamentar-se que o PS não esteve de acordo com os cortes de despesas necessárias e citou que as pensões custam 25 mil milhões, esquecendo-se de dizer que para os 3,5 milhões de reformados dá 510 euros mensais em 14 meses. As pensões médias e elevadas já levaram um importante corte por via da taxa de solidariedade que chega aos 40%, pelo que os cortes previstos são nas pensões baixas. Também os ordenados da Função Pública também sofreram esses cortes, mas parece que há o escândalo de os juízes não terem sofrido cortes, principalmente nas verbas nem sempre necessárias para aluguer de casa.

 

Os ordenados da Função Pública, segundo Medina, são de 17 mil milhões de euros, o que é exagerado. O valor atual está bem mais baixo, dado que em média a função pública aufere de uns 1.200 euros mensais, contando com um número muito elevado de pessoas com formação académica.

Segundo Medina, as despesas sociais estão em 38 mil milhões de euros e aí está todo o problema porque as restantes despesas são mínimas, incluindo os juros de 8 mil milhões. Por isso, para ele, direita, as reformas estruturais são apenas cortes no social.

Medina diz ainda que o PS não quer mexer nas despesas sociais quando elas têm sido bem mexidas nos últimos tempos com o contratempo do aumento enorme no desemprego.

 

Medina mostrou um gráfico em que apresenta um aumento de 52% nas despesas sociais desde 2000 a 2012, esquecendo que aumenta em cada ano o número de pessoas a reformarem-se com os 40 anos de carreira contributiva e 65 ou mais anos. Além disso, também aumenta o número de pessoas que descontaram sobre os seus salários reais, pelo que, de futuro, o peso das reformas tende a aumentar, apesar de uma certa redução salarial que se verifica agora.

 

No fundo, Medina e um tal prof. Avelino defendem o aumento da taxa de pobreza dos atuais 19 a 20% para os 45%. Só que entramos no título deste programa, “imbróglio financeiro”, dado que com 45% de pobres, as receitas do Estado sofrerão uma queda brutal e o resultado em termos de défice pode ser ainda pior.

 

O cálculo das novas pensões estão sujeitas a uma fórmula que tem em conta a esperança de vida, a qual, curiosamente, nesta crise não está a aumentar. Entre as despesas sociais é óbvio que o Estado está a poupar algo com os abonos de família dada a queda da natalidade, o que pode eventualmente ter algumas consequências futuras se não considerarmos o aumento da produtividade proporcionado pela informática, organização de todo o tipo de trabalho com o utente e consumidor a fazer uma parte do trabalho dos fornecedores e do Estado.

O Governo não está interessado em aumentar a produção. Agora vai aplicar um novo imposto sobre a produção de energia elétrica que se traduzirá no seu preço e esta é fundamental nos custos da produção das empresas de fabricos e fornecimento de serviços. O exemplo da Grécia que reduziu o IVA da restauração e hotelaria de 23 para 13% não foi considerado pelos dois reacionários acolitados pela Judite de Sousa que só de vez em quando é que fazia de advogada do diabo.

 

Cavaco queria o PS a apoiar os cortes sociais que não vão resolver nada por reduzirem as receitas do Estado e uma única oposição constituída pelo PCP e o BER que poderão vir a ter 25 a 40% dos votos em próximas eleições.

 

As classes médias não podem deixar a extrema esquerda monopolizar a oposição e ser a única a defender os seus interesses.

 



publicado por DD às 23:28
link do post | favorito
|

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

Salário Médio dos Portugu...

Putin: O primeiro Czar de...

CADERNOS DE E CONOMIA Nº ...

Dieter Dellinger escreve:...

Dieter Dellinger: Origem ...

Aneuploidia Mutante

Macron quer uma Nova Euro...

O AfD é um partido da con...

Dieter Dellinger: O jorna...

Dieter Dellinger copiou: ...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2004

Maio 2004

tags

todas as tags

links
subscrever feeds