Jornal Socialista, Democrático e Independente dirigido por Dieter Dellinger, Diogo Sotto Maior e outros colaboradores.
Domingo, 2 de Agosto de 2015
Dieter Dellinger: NOVA CRISE À VISTA

 

 

 

 

 

 

A Bolsa de Shangai perdeu desde 12 de Junho passado cerca de 30% do seu valor, apesar das proibições de venda impostas pelo governo chinês e de muitas medidas para injetar liquidez no mercado de títulos, segundo o Expresso Economia de hoje. A Economia chinesa está a abrandar mais do que anuncia o seu governo, pois a revista alemã "Der Spiegel" regista uma quebra muito acentuada das exportações alemãs para a China e verificamos em muitos produtos que adquirimos como fatos de banho, calções, polos, etc. etiquetas com "Made in Tailand", "Made in Vietname", "Made in Cambodja", etc., o que significa que a China está a ter concorrência nos produtos fabricados com trabalhadores explorados e muito pior, o Mundo começa a estar saturado de produtos transacionáveis que vão desde os automóveis, smartphones", computadores até às sapatilhas de plástico a um euro. As grandes multinacionais não sabem o que inventar mais para levar os compradores a deitar fora o bom material que têm e comprar novo. A Auto Europa anunciou o fim do fabrico do cabriolet com despedimento de 300 trabalhadores e pode suceder o mesmo com a viatura Sharon porque a VW fabrica modelos muito parecidos como o Tiggan e o Tuareg que fazem concorrência ao Sharon. Toda a gente no Mundo quer resolver os seus problemas com exportações, o que torna difícil a situação económica geral.

Os grandes países emergentes como o Brasil, a China e a Rússia estão a entrar em recessão, as economias europeias não crescem e petróleo e matérias primas descem de preço, fazendo com que países como Angola, por exemplo, deixem de ser grandes importadores. A Alemanha, tendo muito dinheiro, não quer ser um motor da União Europeia e prefere deixar degradar muitas das suas infraestruturas, preferindo baixar um quase nada os impostos e aumentar ligeiramente as reformas para enganar a clientela eleitoral.

O único contraste a uma crise que se adivinha é o BCE que, enfim, tomou algum juízo e Draghi libertou-se da ditadura monetária Merkel/Schaeuble, começando a emitir moeda. Até agora emitiu já 230 mil milhões de euros, segundo o Expresso que relata as palavras de Draghi ao afirmar que pretende até ao próximo mês de Agosto alcançar 1,1 biliões de euros emitidos e muito provavelmente não vai parar como estava pensado por prever uma recessão generalizada na Europa com taxas de crescimento de 0% e até negativas e inflação abaixo do 1%. Com isto, o euro perdeu valor relativamente às 19 principais moedas do Mundo, o que seria positivo para as exportações europeias se houvesse importadores com divisas em quantidade suficiente. Portugal conseguiu aumentar a sua dívida em 59 mil milhões de euros sem grandes problemas porque as emissões do BCE fizeram reduzir a taxa de risco para valores próximos de zero e também as taxas de juro. Assim, ao aumento de mais de 30% da dívida não correspondeu para Portugal igual aumento nos juros, mas não deixa de ser uma situação dramática, tanto mais que as exportações não devem aumentar muito e a situação pode vir a tornar-se tão explosiva como na Grécia se a dívida se aproximar mais dos 200% do Pib. Por enquanto está em pouco mais de 132%.

O verdadeiro benefício para Portugal foi o turismo, muito facilitado pelos conflitos no Médio Oriente que retiraram turistas do Norte de África, Síria, Turquia, etc. Até a crise grega deve ter desviado algum turismo, sem que tenha havido razão para isso. Lisboa e Porto são polo atrativos, tal como as praias, agora muito mais limpas, principalmente no Algarve, por via do Plano de Reordenamento da Faixa Costeira que o Rosário e o Carlos consideram como corrupção. A praia em que tenho casa há 36 anos, a da Manta Rota, está um brinco completamente diferente do que foi há anos atrás, graças a Sócrates, cujo plano obrigou à saída de um montão de barracões imundos que serviam de restaurantes sem quaisquer condições de higiene e até de barracas de madeira para veraneantes, campismo selvagem, etc. Os turistas abundam nesta praia e nas vizinhas Cacela e Vila Nova de Cacela, mas os donos dos restaurantes, cafés e lojas queixam-se da falta de consumidores. É a bica para ocupar durante uma data de tempo a mesa e cadeiras e mais nada.

 



publicado por DD às 23:05
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
18
19
20

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

Suicídio da Europa segund...

Marcelo Condecora Soares ...

Comissária Desconhecida q...

Produção de Automóveis

Défice de 2%

IMPOSTOS

Cronologia da PT deturpad...

Schäuble quer Dominar a E...

Euro ou "Bitcoins" Portug...

Mário Centeno: O que caus...

arquivos

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2004

Maio 2004

tags

todas as tags

links
subscrever feeds