Jornal Socialista, Democrático e Independente dirigido por Dieter Dellinger, Diogo Sotto Maior e outros colaboradores.
Domingo, 8 de Março de 2015
Dieter Dellinger: Os Limites da Arrogância

 

 

 

Relativamente a Portugal e ao Sul da Europa em geral, a Finlândia tem sido o país mais arrogante e castigador de todos. Os finlandeses são vistos por si e por muitos panegiristas portugueses como tendo a melhor educação do Mundo, o melhor sistema de saúde e social, a melhor indústria, etc.. Enfim, tudo melhor com um Pib per capita de 49 mil dólares, mais do dobro do português, e, apenas 5,3 milhões de habitantes em 338 mil km2. Uma área grande, mas muito fria.

Apesar disso tudo, a Finlândia entrou em crise, o seu Pib tem vindo a descer desde 2012 e a sua principal empresa, a Nokia, foi vendida ao desbarato à Microsoft. Esta valia no início do Século – segundo o Expresso Economia – cerca do dobro do PIB finlandês e possuía fábricas em todo o Mundo que fabricavam todo o tipo de modelos, mas bastou o aparecimento do iPhone da Apple e depois os Smartphones da Samsung e outras empresas para derrubar a toda poderosa e mundial Nokia. Os gestores da Nokia esqueceram-se de serem inovadores e hoje fabricam as antenas já instaladas em toda a parte que são originárias da antiga Ericson que a Nokia comprou há tempos e fabricam os telemóveis simples e baratos para os países emergentes.

A segunda grande indústria da Finlândia, o papel também tem vindo a cair. No Mundo compram-se cada vez menos jornais e livros em papel, crescendo a preferência pela leitura informática e pela grande viragem que é o leitor que também escreve nos blogs e facebooks.

A construção naval finlandesa dava cartas, mas a China, Coreia do Sul, etc. constroem a preços mais acessíveis. Contudo, nos gigantescos motores diesel do tamanho de um pequeno prédio, os finlandeses ainda marcam uma importante presença, exportando-os para a China e Coreia para serem instalados nos grandes porta-contentores, petroleiros, etc.

O desemprego aumentou para perto dos 10%, as contas do Estado devem ter registado em 2014 um défice ligeiramente superior a 3% e a dívida pública começa a subir um para além dos 60%.

O governo atual da direita liberal deverá ser substituído por um do partido centristas coligado com outras formações partidárias, dado que as sondagens não apontam para uma maioria de um só partido.

A Finlândia não faz parte da Nato, pelo que as importações de material bélico de fora da Europa pagam elevados direitos aduaneiros a Bruxelas. Só por 18 caças-bombardeiros F-18 Hornet tiveram de entregar à UE mais de 35 milhões de euros.

Enfim, a Finlândia é um exemplo para a Europa, sendo o único país escandinavo com o euro e um elevado custo de mão de obra que não pode ser adaptado aos mercados mundiais pela desvalorização da moeda. A Alemanha obrigou o euro a ser uma moeda forte e só agora é que começa a desvalorizar e a aproximar-se lentamente do dólar. Moeda forte, pessoal caro, serviços educacionais e sociais também caros que não permitem à Finlândia descer imposto podem conduzir à falência de uma grande parte da indústria de um país, o que até acontece quando o custo do trabalho não é nada excessivo como em Portugal.

Um avanço só permanece enquanto não aparecerem concorrentes mais inovadores e baratos. A Europa germânica ainda acredita que os seus carros se vendem em todo o Mundo, mas a qualquer momento podem aparecer viaturas chinesas de qualidade a preços imbatíveis desenhados por italianos. A China já fabrica 15 milhões de carros por ano e já bate os europeus em muitos mercados fora da Europa.

O Mundo e a vida não é para os teimosos; a flexibilidade e visão do futuro é que determinam a permanência do êxito.



publicado por DD às 18:10
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

Salário Médio dos Portugu...

Putin: O primeiro Czar de...

CADERNOS DE E CONOMIA Nº ...

Dieter Dellinger escreve:...

Dieter Dellinger: Origem ...

Aneuploidia Mutante

Macron quer uma Nova Euro...

O AfD é um partido da con...

Dieter Dellinger: O jorna...

Dieter Dellinger copiou: ...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2004

Maio 2004

tags

todas as tags

links
subscrever feeds