Jornal Socialista, Democrático e Independente dirigido por Dieter Dellinger, Diogo Sotto Maior e outros colaboradores.
Sábado, 16 de Janeiro de 2016
Ensino de Esquerda ou de Direita

 

Fez em 1015 um Século que Einstein publicou a Teoria da Relatividade Geral e dez anos tinha publicado a Teoria da Relatividade Restrita.

Einstein recebeu dois prémios nobéis pela elaboração teórica de uma dos principais capítulos da física e outras descobertas e é considerado como a personalidade mais inteligente do Século XX.

Contudo, no liceu alemão o seu professor de grego disse-lhe: “Albert tu nunca serás nada na vida”. Posteriormente teve dificuldade em entrar na Universidade em Berlim e foi para o Instituto Politécnico de Zurique onde se formou sem nota suficiente para ficar como professor e assistente. Teve a sorte de encontrar um trabalho mal pago no departamento de patentes de Zurique que não o enchia de trabalho, permitindo pensar naquilo que lhe interessava que era saber o que é a gravidade, o tempo, o espaço e, enfim, o universo.

Isto vem a propósito da nova política de educação e exames do Governo Costa que pretende provas de aferição antes do fim do ano para os professores corrigirem o que os alunos não conseguiram aprender e não para chumbar, atrasando o prosseguimento dos estudos e desmoralizando. O que interessa é ensinar e não apenas selecionar os melhores ou os que têm condições familiares melhores para estudarem.

Ao longo dos últimos 40 anos houve em Portugal uma explosão do ensino, tendo o País chegado a ter 22 mil estabelecimentos de ensino, entretanto reduzidos para menos de metade devido à baixa natalidade, já que o Serviço Nacional de Saúde deixou de “cumprir” a antiga missão de evitar o crescimento excessivo da população através da morte provocada por inúmeras doenças que atingiam as crianças e adolescentes.

A direita vê no ensino um método de impedir as crianças oriundas das classes mais baixas de chegarem à universidade e, mesmo, evitar uma escolaridade generalizada a todas as crianças e adolescentes, independentemente da sua maior ou menor aptidão para aprender pela via escolar.

Apesar do ensino ter sido mais facilistista nas primeiras décadas do pós-25 de Abril, a realidade é que produziu eminentes cientistas e intelectuais que têm dado cartas em Portugal e no estrangeiro.

Todo o sistema que conduz os alunos a um determinado grau de escolaridade permite aproveitar qualidades que nem sempre parecem inatas e surgem mais tarde depois de passarem uma fase de desenvolvimento hormonal no crescimento que pode ter consequências negativas no imediato ou depois de conhecer aquilo que interessa e o seu destino vocacional.

Manuela Ferreira Leite diz que o governo rejeita a cultura da nota como se os exames de aferição realizados no segundo trimestre não tivessem nota e não permitam a aferição da aprendizagem, sendo ao contrário dos exames no fim do ano, corrigíveis e dando a conhecer ao professor o que falta ensinar mais.

O professor deixa de ser uma máquina para dar matéria, o que no futuro poderá ser feito por robots com ecrãs de televisão com um exame final, mas sim alguém que dialoga com os alunos e é obrigado a fazer aquilo que muitos não gostam que são os pontos escritos mais alargados e sérios que têm de ser corrigidos em casa, tirando ao professor tempo para tratar dos filhos ou passear.

Enfim, o objetivo do ensino de esquerda é abrir a porta a todos e criar uma elite a partir da totalidade da população e não apenas de alguma classe social.



publicado por DD às 17:27
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24

26
27
28
29
30
31


posts recentes

Défice de 2,06%

IMPOSTOS

Cronologia da PT deturpad...

Schäuble quer Dominar a E...

Euro ou "Bitcoins" Portug...

Mário Centeno: O que caus...

Faleceu o HOMEM da Liberd...

Paulo Silva – O Caçador d...

A Europa tem Medo dos Muç...

Dieter Dellinger: Estalin...

arquivos

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2004

Maio 2004

tags

todas as tags

links
subscrever feeds