Jornal Socialista, Democrático e Independente dirigido por Dieter Dellinger, Diogo Sotto Maior e outros colaboradores.

Domingo, 8 de Maio de 2011
António Barreto - A Voz do Dono

 

 

António Barreto, um ex-oportunista do PCP e do PS, pronunciou-se assim no jornal leiriense “I”.

Como se tornou num servil oportunista do oligarca Alexandre Soares dos Santos que o nomeou para a chefia de uma fundação destinada a provavelmente desviar uns dinheiros do fisco, Barreto passou a ser a “voz do seu dono”, o oligarca do grupo merceeiro Jerónimo Martins, dizendo aquilo que não convém ser pronunciado pelo oligarca, não vá o fisco investigar um pouco mais a funda as suas contas e descobrir importantes desvios.

 

Sim, em Portugal - ou em qualquer parte do Mundo - ninguém chega a oligarca, tendo pago pontualmente os seus impostos. Só pela exploração do trabalho alheio, dos fornecedores e clientes e pela fuga aos impostos é que se faz uma grande fortuna em Portugal.

 

Barreto é a voz de alguém que ajudou a destruir a agricultura portuguesa, importando quase tudo de Espanha, do Marrocos e da América do Sul. No grupo do oligarca não há patriotismo, há apenas ganância pelo lucro e, por isso, o oligarca aufere um ordenado de 1,15 milhões de euros anuais mais alguns milhões em dividendos e outro tanto do grupo que tem na Polónia, onde foi investir o dinheiro extorquido aos clientes e fornecedores portugueses. Provavelmente não declara no seu IRS os rendimentos vindos de fora como manda a lei, que devem estar bem escondidos em qualquer banco offshore.

 

Mas, não há nada mais honroso para um Socialista como o Sócrates e milhares de outros militantes, incluindo os que sempre estiveram com o Socialismo desde os tempos da CEUD em 1969, da ASP e da fundação do partido que ter como inimigo um criado servil da oligarquia portuguesa.

 

Ser inimigo de Alexandre Soares dos Santos dignifica qualquer verdadeiro socialista e ter como crítico um intelectual comprado é quase uma honra se não fosse lastimável ver alguém comprado por alguns euros.

 

António Barreto faz-se passar por intelectual, mas não percebeu que a única coisa válida do “programa de ajuda externa” é o que lá não está e Sócrates percebeu isso muito bem ao referir apenas a isso. O “programa” em si é um disparate completo e, por isso, os homens da “troika” deixaram o País sem se pronunciarem sobre números concretos, limitando-se a repetir alguns que estão já em vigor há um certo tempo.

 

É que olhando para uma país com salário médio de 800 euros e reformas médias de 600 euros, que números podia um dinamarquês ou um alemão propor para cortar as despesas do Estado. O País tem 1% de pessoas a ganharem mais de 5 mil euros e menos de 5% a ganhar mais de 2.500 euros. Os oligarcas comem tudo e a “troika” por estar ao serviço da direita europeia não propôs o que seria indispensável, um imposto sobre as grandes fortunas, que também não daria muito por serem tão poucas. Também um aperto às milhares de PME que fogem ao fisco não dará grandes resultados porque o que se ganha não é nada muito e algumas acabavam por fechar, produzindo mais desemprego.

 

No fundo, a única solução para Portugal é a que resultaria do semi-perdão da dívida com emissão de euros na compra de títulos de tesouro por parte do BCE a juro zero no valor de 50% da dívida para serem pagos quando o Estado português tivesse disponibilidade para tal.

 



publicado por DD às 22:34
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
18
19
20

23
24
25
26
27
29

30


posts recentes

António Barreto - A Voz d...

arquivos

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2004

Maio 2004

tags

todas as tags

links
subscrever feeds