Jornal Socialista, Democrático e Independente dirigido por Dieter Dellinger, Diogo Sotto Maior e outros colaboradores.

Segunda-feira, 9 de Dezembro de 2013
Quem Manda na Coreia do Norte

 

Reina o terror entre os funcionários mais graduados do Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte (Comunista).


As televisões e a agência noticiosa KNC anunciaram a expulsão do tio Yang (ou Chang) Song-thaek do ditador dinástico Kim Jong-uns de todos os cargos no partido e do Conselho de Defesa onde era vice-presidente, além de chefe de uma zona no norte do país destinada à instalação de fábricas estrangeiras para exportarem. O terror dos funcionários resulta do fato de os noticiários não falarem só do comportamento contra revolucionário ao serviço do inimigo da parte do tio Yang, mas sim de uma vasta clique de funcionários que o acompanhavam. Nos regimes deste tipo, mais que estalinista, ninguém sabe se pertence aos contra revolucionários ou aos revolucionários e o medo resulta de não se saber se foi o sobrinho que se quis livrar de um tio que tudo sabe ou se há um golpe militar, pois a televisão norte-coreana mostra imagens do jovem “Querido Líder” sempre rodeado de uns marechais e generais cheios de medalhas e nenhum civil.


Todavia, recordemos que na Coreia do Norte todos os altos dirigentes do Partido são generais. O próprio tio Yang e a mulher foram promovidos a generais em 2010 e 2011. A maior parte dos generais são políticos e, mesmo assim, não seguiram a carreira de oficiais comissários políticos que existem em todas as unidades. Foram geralmente promovidos a partir do Buro Político do Partido dos Trabalhadores. Mas, também é a partir de uma reunião desse buro que alguém pode ser preso. A televisão norte-coreana mostrou o tipo Yang a ser levado por dois soldados numa reunião do “politburo”. O local é indicado porque os respetivos membros não vão às reuniões acompanhados pelos seus guardas pessoais.


O poder pode estar agora mais nas mãos do Marechal Choc Ryong-hae, chefe político das Forças Armadas ou do Ministro da Segurança do Estado Kim Kyon-um que não é da família dos Kim. Este é também o chefe de departamento de pessoal do Partido dos Trabalhadores, tal como foi Estaline quando subiu ao poder, e dispõe de uma força especial de 20 mil homens que oficialmente faz a segurança dos dirigentes políticos e do Estado, além de uma secreta altamente infiltrada nas forças armadas e na sociedade em geral.


Mas, há coisas muito estranhas na Coreia do Norte. As fotografias de satélite mostram que há cerca de um ano, o imenso palácio do avô e do pai do jovem “Querido Líder” foi totalmente deitado abaixo e uma piscina olímpica também desmantelada. Ficou um edifício com o aspeto exterior de armazém onde vive o jovem Kim Jong-uns e umas tantas moradias de luxo muito mais pequenas, sendo uma destinada à tia Kim Kyong-hui, esposa de Chang, também general e responsável pela indústria ligeira do país e a outra ao marido Yang. Alguns funcionários dizem que o edifício “imperial” foi arrasado porque se via do cimo de um hotel em construção e o poder norte-coreano não gosta de ser visto. As moradias atuais estão rodeadas de árvores e são invisíveis de fora e ficou um vasto terreno relvado. Aparentemente, parece que algo foi preparado para uma saída rápida de helicóptero. Consta que o jovem “imperador” vive num luxuoso e profundo bunker debaixo do tal armazém.

 Neste momento, a tia está em Singapura a seguir um tratamento anticanceroso, dizem os próprios meios de informação da Coreia do Norte. Parece que a família “imperial” dos Kim ainda não pode ser abatida.


Tudo indica pois que o jovem Kim Yong-um poderá ficar como uma espécie de deus vivo aos modos do Imperador do Japão nos tempos dos Samurais, ficando os generais comissários com o poder político.


A Coreia do Norte é algo de fascinante no sentido dramático das peças de Shakspear. Assim, a filha do casal Yank e Kim Kyong-hui foi mandada para Paris há anos para estudar numa universidade. A rapariga enamorou-se de um colega e queria casar com o rapaz, mas os pais não deixaram e ordenaram o seu regresso. Em vez disso, a jovem suicidou-se.


Na base de toda a problemática norte-coreana estão as reformas que, talvez, a família Kim ou uma parte queria agora implementar, tendo já havido uma pequena abertura a certas propriedades privadas e a tia Kyong-hui chegou a abrir uma espécie de McDonald na capital do País, Pyongyang para vender “sandes de carne amaciada” como foram designadas.


O tio Yang parece que está preso em casa e muitos funcionários temem que lhe suceda aquilo que é hábito na Coreia do Norte, isto é, que morra de repente num acidente de automóvel como tem sucedido várias vezes a detentores de altos postos ou que tenha um ataque repentino de coração ou caia das escadas.

As televisões vão relatando os crimes do tio Yang, dizendo que era um mulherengo que vivia luxuosamente, o que é apanágio de todos os altos dirigentes norte-coreanos, e que estaria rodeado de uma vasta clique de contrabandistas que consumiam as divisas do país na importação de automóveis e outros objetos de luxo, o que era precisamente o que os militares faziam e fazem porque esses é que vendiam equipamento militar e deslocavam-se a muitos países para instruir os compradores e ajudar a instalar fábricas de mísseis, munições, submarinos, etc. Parece que não perdoam o fato do tio Yang lhes ter tirado a possibilidade de receberem os dólares resultantes das vendas e trabalho fora que vão agora para o banco central.


Yang já esteve ostracizado com a mulher entre 2002 e 2004, mas foi reabilitado. De resto, casou contra a vontade do irmão, o ditador Kim Il, filho do presidente eterno da Coreia do Norte Kim Il Sung. A Coreia do Norte não tem um presidente vivo, mas sim morto, e ninguém ocupou ainda aquele cargo. O poder presidencial está na presidência do Conselho de Defesa.


O tio Yang conheceu a esposa na Universidade Kim Il Sung frequentada pela nobreza do partido à qual pertencia, mas a um nível muito inferior ao da família imperial. O rapaz então tocava bem guitarra, o que encantou a irmã do ditador que para evitar o casamento o mandou estudar para Moscovo. Quando regressou acabou por casar mesmo.


Seguem-se os próximo capítulos da novela do tipo Shakspear da Coreia do Norte.

 



publicado por DD às 23:56
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


posts recentes

Quem Manda na Coreia do N...

arquivos

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2004

Maio 2004

tags

todas as tags

links
subscrever feeds