Jornal Socialista, Democrático e Independente dirigido por Dieter Dellinger, Diogo Sotto Maior e outros colaboradores.

Sexta-feira, 1 de Agosto de 2014
A Guerra dos Tuneis em Gaza

 

 

O objetivo militar das forças israelitas é a destruição de mais de 40 tuneis que atravessam a fronteira entre a região de Gaza e Israel sem que a abertura final esteja aberta, mas pode sê-lo como já foi e permitir a penetração de militares do Hamas com fardas do exército israelita para fazerem ataques de surpresa e, principalmente, sequestrarem israelitas.

O próprio Hamas declarou há tempos uma vitória neste tipo de combate e agora outra com a captura de um capitão israelita.

Mas, há vozes críticas que dizem que a construção desses tuneis seria fácil de detetar com geo-radares e sensores de ruídos. Outras vozes dizem que os radares não detetam as obras por serem feitas demasiado próximo da superfície, mas isso facilitaria a deteção dos sons. Com pequenas perfurações e instalação de microfones aperfeiçoados acredito que os israelitas poderiam ter destruído os tuneis logo que cheguem ao território israelita. Se é possível encontrar poços de petróleo e aquíferos a grandes profundidades porque não detém esses tuneis. Até com a colocação de minas a diversas profundidades ao longo da fronteira, a construção dos tuneis tornar-se-ia impossível. Ao certo não sei, dado que os porta-vozes de ambos os lados contradizem-se continuamente.

Do lado de Gaza é difícil ver a obra porque começam debaixo de edifícios em garagens já construídas para o efeito e parece que são esses edifícios que têm sido bombardeados.

Enfim, é uma guerra assimétrica em que o Hamas está disposto a tudo e já lançou mais de 3 mil rockets contra Israel sem que um único atingisse uma zona vital da cidade de Haifa ou das urbanizações instaladas entre essa cidade e a fronteira de Gaza à beira mar. O sistema anti-rocket e anti-míssil israelita tem destruído mais de 90% dos rockets dirigidos contra zonas habitadas e de tal modo que as pessoas que estão nas praias frente a Haifa nem se preocupam em sair delas ou do seu banho porque não acreditam que os rockets palestinos as podem atingir. Para interior leste de Gaza, o território israelita é muito árido com poucas habitações e apenas uma estrada que liga Haifa ao porto de Eilat no Golfo de Akaba.

Nem o Hamas está disposto a cessar os disparos nem os israelitas querem deixar de retaliar com uma violência extrema.

O Hamas não percebeu que está fornecer uma verdadeira “mina de ouro” a Israel, pois a prova que o seu sistema funcional vai permitir a sua exportação para dezenas ou centenas de países com lucros imensos. Um economista israelita declarou que dentro de dois anos o Pib israelita pode duplicar com essas exportações, a não ser que os israelitas prefiram guardar os seus segredos para não acabarem nas mãos do Hamas ou outros inimigos de Israel que já não são muitos porque Sírios, Iraquianos e outros estão cada mais entretidos a matarem-se uns aos outros  e com isso a destruir os seus arsenais sem possuírem verbas para os substituir.

Hoje em dia, americanos, japoneses, israelitas e outras nações estão altamente empenhadas no desenvolvimento de foguetes capazes de destruírem mísseis e rockets e, segundo os israelitas, até granadas de morteiros e balas de canhão. O Mundo volta de nova ao predomínio da defesa como há um século atrás na I. Guerra Mundial que levou à morte de milhões de soldados incapazes de resistirem aos tiros de metralhadoras e de artilharia.

 

 

 



publicado por DD às 23:15
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
27
28
29

30
31


posts recentes

A Guerra dos Tuneis em Ga...

arquivos

Julho 2017

Junho 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2004

Maio 2004

tags

todas as tags

links
subscrever feeds