Jornal Socialista, Democrático e Independente dirigido por Dieter Dellinger, Diogo Sotto Maior e outros colaboradores.
Domingo, 13 de Maio de 2018
Até que enfim!

 

 

 

O número é "finalmente" conhecido: há 2,7 milhões de pensionistas. A secretária de Estado da Segurança Social também tem novidades para os trabalhadores independentes em 2018.

O número de pensões a pagar já era conhecido — 3.637.341 a 31 de Dezembro de 2016 em Portugal — mas o número de pensionistas ainda não se sabia. Agora, numa entrevista ao Jornal de Negócios, a secretária de Estado da Segurança Social revelou “finalmente” que há 2,7 milhões de pensionistas no país, entre a Caixa Geral de Aposentações e a Segurança Social. O número foi obtido após o cruzamento de dados necessário para a atualização extraordinária de pensões deste mês de agosto.

Muitos órgãos de informação confundem pensões com pensionistas. Mas, havendo uma prevalência de mulheres no mundo das pensões há muitas que recebem adicionalmente uma meia pensão ou menos do falecido marido e há gente que recebe uma pensão complementar de idosos. Claro que o contrário também sucede.

Entre 2015 e 2016 registou-se uma pequena descida no número de pensões atribuídas sem grande significado porque foi da ordem das mil pensões, mas esse número tende a aumentar devido a um pequeno aumento da mortalidade em resultado da acumulação de pessoas com mais de 65 e até mais de 90 anos de idade, as quais têm uma menor esperança de vida. Em fins de 2016 tínhamos 2.176.640 residentes com mais de 65 anos e tínhamos então 4.287 com 100 ou mais anos.

Pensão antecipada: carreiras muito longas sem corte este ano

Na entrevista, a secretária de Estado Cláudia Joaquim assinalou que as novas regras das reformas antecipadas, que vão valorizar as longas carreiras, podem resultar em reformas 35% mais altas para alguns dos pensionistas em relação à situação atual.

 

 



publicado por DD às 22:57
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 30 de Março de 2018
Uma Cabeça de Alfinete

 

 

 

 

Francisco Pinto Balsemão atira-se ao Facebook no seu Expresso e curiosamente antes de aparecer o Facebook, a sua SIC tinha uma espaço de debates na Net em que escrevi muito e havia muita luta entre os defensores dos diversos partidos e ideias políticas. Era tudo muito vivo e chegámos a criar amizades, reunindo em almoços no Parque Eduardo VII.

Muitas amizades perduraram até hoje apesar dos muitos anos que passaram e outras foram esquecidas, mas aquilo era uma espécie de Facebook que Balsemão a dada altura fechou.

Quando o PS estava no poder, agradava-lhe as críticas, mas no momento em que o PSD chegou ao poder fechou aquilo que podia ter crescido, não digo como o Facebook, mas a nível nacional e europeu poderia ter sentido, dado que a maior parte dos escribas até dominavam o inglês.

Balsemão ficou com um império meio falido do tamanho da cabeça de um alfinete na cidade de Lisboa quando comparado com o império de Zuckerberg, ou seja, o Facebook.

A pequenez nacional revela-se em muita coisa. Magistrados, políticos e, principalmente, jornalistas de todos os meios de comunicação não se dão bem com a LIBERDADE dos militantes dos partidos políticos.

Tanto a justiça como o jornalismo odeiam os outros partidos e a LIBERDADE.

Foi esse ódio à LIBEDDADE e IMPARCIALIDADE que está a levar o império de Balsemão à insignificância.

A comunicação social ou é livre ou vai à falência.

É uma questão de mercado, Xico Balsemão, o que interessa é estar em todos os mercados e não se limitar a um.

Se vendesses relógios ou automóveis podias estar em toda a parte, mas, mesmo assim, tinhas de colocar publicidade em todos os meios de comunicação.

Hoje, Balsemão, comprei o teu Expresso numa papelaria de uma senhora toda reacionária, mas que tem sempre o Avante bem à vista na porta de entrada com outros jornais de outras cores.

Ela precisa de todos os clientes e não quer saber se são do PSD que parece ser o seu partido ou do PCP, etc. Claro, nada põe do PS e do BE porque não há nenhum jornal afeto a estes partidos ou, pelo menos, suficientemente IMPARCIAL para tratar todos os partidos por igual com jornalistas que se interessam apenas pelos acontecimentos sem acusar governos ou partidos c omo faz hoje o teu Expresso que anda já a incendiar o próximo verão, convencendo os INCENDIÁRIOS que o caminho está livre e podem espalhar a pólvora que já compraram nas empresas de pirotecnica.

Tu, Balsemão, não gostas de Portugal. Só gostas de ti, mas estás a falhar porque a SIC custa muito dinheiro para não ser imparcial, enquanto no Expresso ainda vais deixando algumas coisitas e para mim serve muito bem para saber o que pensam os INIMIGOS da PÁTRIA e poder criticá-los no Facebook.

 

 



publicado por DD às 18:48
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 27 de Março de 2018
Facebbok

 

 

O Facebook está a ser atacado por todos os lados. Os seus principais inimigos são a Comunicação Social em todo o Mundo, ou seja, televisão, rádio, jornais, etc.

A empresa do Zueckerberg representa o mais fantástico êxito comercial e produtivo alguma vez visto no Mundo. Desde 2002 até hoje conquistou o Mundo e passou de zero utilizadores para o incrível número de 2.129 milhões, ou seja, 30% da população mundial.

Nenhuma empresa do Mundo teve ou tem uma tal quota de mercado, a não ser, talvez, a Google.

Mas, Google e Facebook funcionam em conjunto. Google organiza o Mundo das coisas e Facebook o das pessoas.

As coisas (conhecimento) necessitam das pessoas e estas das coisas.

Zuckerberg tornou-se no homem mais rico do Mundo e pretende doar cerca de 99% da sua fortuna. 1% já é uma coisa formidável.

O número de utentes não significa que alguém os possa influenciar pois a maioria funcionam para um grupo restrito. Contudo, a empresa "Cambridge Analytica" terá conseguido por algoritmos aceder a 50 milhões de endereços de Facebook e assim influenciar, por exemplo, as eleições americanas.

Pode ser, mas não acredito muito que as pessoas se deixem influenciar tão facilmente por notícias falsas como a muito propalada "O Papa apoia Donald Trump". Só um estúpido é que acredita nisso e esse estúpido não precisa do Facebook para acreditar numa porcaria qualquer.

A força dos escribas do Facebook está em dizerem a verdade e denunciarem o crime.

Quanto ao serem conhecidos? Uma pessoa honesta não tem medo que saibam o seu nome e alguma coisa mais sobre a sua vida, incluindo o seu retrato.

Ninguém pode fazer algo com os mais de 2 mil milhões de utilizadores do Facebook, a não ser por via da inteligência artificial e computadores caríssimos e extremamente potentes. Mas, não interessa a ninguém ter uma lista tão grande de pessoas.

Viva pois o Facebook e que continue a crescer como viva o Google, a Wikipedia, os Vídeos, a Música da Internet, etc

Mas, Google e Facebook funcionam em conjunto. Google organiza o Mundo das coisas e Facebook o das pessoas. As coisas (coonhecimento) necessitam das pessoas e estas das coisas.

Zuckerberg tornou-se no homem mais rico do Mundo e pretende doar cerca de 99% da sua fortuna. 1% já é uma coisa formidável.

O número de utentes não significa que alguém os possa influenciar pois a maioria funcionam para um grupo restrito. Contudo, a empresa "Cambridge Analytica" terá conseguido por algoritmos aceder a 50 milhões de endereços de Facebook e assim influenciar, por exemplo, as eleições americanas.

Pode ser, mas não acredito muito que as pessoas se deixem influenciar tão facilmente por notícias falsas como a muito propalada "O Papa apoia Donald Trump". Só um estúpido é que acredita nisso e esse estúpido não precisa do Facebook para acreditar numa porcaria qualquer.

A força dos escribas do Facebook está em dizerem a verdade e denunciarem o crime.

Quanto ao serem conhecidos? Uma pessoa honesta não tem medo que saibam o seu nome a alguma coisa mais sobre a sua vida, incluindo o seu retrato.

Ninguém pode fazer algo com os mais de 2 mil milhões de utilizadores do Facebook, a não ser por via da inteligência artificial e computadores caríssimos e extremamente potentes. Mas, não interessa a ninguém ter uma lista tão grande de pessoas.

Viva pois o Facebook e que continue a crescer como viva o Google, a Wikipedia, os Vídeos, a Música da Internet, etc.

 



publicado por DD às 23:26
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 8 de Março de 2018
Ponte 25 de Abril

 

Portugal Roubado – 3

 

Cavaco entregou de graça a Ponte 25 de Abril à Lusoponte há uns 20 anos atrás. Pela ponte passam mais de 160 mil viaturas de todas as classes que pagam num só sentido uns 90 milhões de euros por ano, sempre atualizados de acordo com a inflação.

Em vinte anos de concessão gratuita, a Lusoponte deve ter encaixado mais de mil milhões de euros e agora os contribuintes têm de ser ROUBADOS pela Lusoponte em cerca de 1,8% do valor recebido.

Não sei quanto pagam de portagem os comboios, mas deve ser um valor significativo dado serem quase 200 composições que passam diariamente pela ponte.

Mais um dos milhares de casos em que o capital só serve para meter dinheiro ao bolso, xulando o País. Para as despesas estão os contribuintes

 

 



publicado por DD às 14:51
link do post | comentar | favorito (1)

Quarta-feira, 7 de Março de 2018
Portugal Roubado - 2

 

 

 

O Governo queria alugar 48 meios aéreos para combater os incêndios no próximo verão e pagava um preço máximo tido como justo de 50 milhões de euros.

 

Sucede que as empresas que concorreram ao concurso devem ter combinado entre si e apresentaram preços muito superiores ao dobro, mesmo da ordem dos 125 milhões de euros.

 

É evidente que as empresas sabem que Portugal é o único país do Mundo em que o Ministério Público praticamente despenalizou o crime dos INCENDIÁRIOS na medida em que parece que ninguém foi preso e condenado pelos 500 milhões de hectares ardidos no verão passado.

 

As empresas levam pois quase 3 milhões de euros por cada meio aéreo, ou seja, mais que o aluguer de um Airbus 333 por dois meses e meio. Trata-se de um roubo combinado entre si e sabe-se que neste tipo de cartel, o que ganha paga aos outros uma comissão e daí o preço elevado e, talvez, ainda pague a alguns "Orlandos Figueiras" comissões por não se preocuparem com a perseguição ao vasto número de CRIMINOSOS que causaram 16.450 incêndios no verão passado.

 

Entretanto esses "amigos de Alex" vão se entretendo com a prisão de um homem de Benfica e outros assuntos sem importância vital para a PÁTRIA.

Sejamos pois patriotas e digamos que a PÁTRIA está em perigo com esta justiça e com a sabotagem de muitas autarquias e proprietários ao trabalho de limpar as florestas.

António Costa e a Assembleia da República devem dizer claramente que não haverá indemnizações a quem não respeitar as normas agora impostas e até haverá multas e acusações de negligência INCENDIÁRIA.

 

 

 

 

 

 

 



publicado por DD às 16:47
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 6 de Março de 2018
Portugal Roubado

 

 

Portugal Roubado

 

Analisando bem o que se diz no processo de corrupção do procurador Orlando Figueira (amigo de Alex a quem emprestou dinheiro) vemos como Portugal foi roubado pelos angolanos.

 

O BES investiu 9 mil milhões de euros no capital de 10 mil milhões de BESA, nomeando como CEO o seu funcionário Álvaro Sobrinho, matemático atuarial pela Universidade Nova de Lisboa.

 

As coisas funcionaram bem até que em 2008 ou 9, o governador do Banco de Angola proibiu o BESA de comunicar à empresa mães, o BES, os negócios que fazia.

A partir daí, Álvaro Sobrinho atuou como dono do banco e fundou mais de cinquenta empresas de nome a quem concedeu créditos gigantescos em seu proveito pessoal, criando um buraco de 5,7 mil milhões de euros. Uma parte desse dinheiro veio para Portugal e Sobrinho co9mprou o semanário "O Sol" e o diário "I" que dão prejuízo.

O BES ainda meteu mais algum dinheiro, mas com um buraco assim não conseguiu impedir a falência do BESA e a sua própria falência.

 

Salgado Espírito Santo cometeu a asneira de não ter logo vendido o banco a interesses poderosos como seriam os americanos que podiam impor-se aos angolanos e vender também uma grande parte dos ativos do Grupo Espírito Santo para manter o BES a funcionar sem ter de vender títulos de fundos sem fundo e pedir créditos que não poderia pagar.

 

Hoje assistimos da parte dos franco-israelitas da Altri ao esvaziamento financeiro da PT/Meo (noticiário televisivo) que acabarão por falir em breve. Ainda por cima a mesma Altri quase falida quer comprar a TVI para ter uma arma apontada ao Governo e com isso obter créditos a longo prazo da parte da CGD

 

 



publicado por DD às 16:44
link do post | comentar | favorito

Domingo, 18 de Fevereiro de 2018
Ministério Público ao Serviço de quem?

 

Ligações proprietárias do Número Um do Correio da Manha/cmtv E DEVEDOR DE MAIS DE 500 MILHÕES DE EUROS, sem contar o eventual poder sobre o Ministério Público e Juízes de Instrução.

 

Paulo Jorge dos Santos Fernandes

 

F Ramada - Investimentos SGPS SA

Cofina SGPS SA

Altri SGP

PPTV-Publicidade de Portugal e Televisão SA

Indaz SA

Finatipar Sgps SA

Promede-Produtos Médicos SA

Jardins de França Empreendimentos Imobiliários SA

Celtejo-Empresa de Celulose DO Tejo SA

CEV SA (Portugal)

Edisport-Sociedade de Publicações SA

Promendo SGPS SA

Caima-Indústria de Celulose SA

Promendo Promoções Empresariais SA

Presselivre-Imprensa Livre SA

Invescaima-Investimentos e Participações SGPS SA

Caima Energia Empresa de Gestão e Exploração de Energia SA

  1. Ramada II Imobiliária SA

Universal Afir SA

Cofina Media SGPS SA com CORREIO DA MANHA, CMTV, Negócios, Record, etc.

 

PORQUÊ?

 

O Correio da Manha e a CMTV pertencem, como é sabido, à COFINA que faz parte de um gigantesco grupo empresarial que engloba uma parte importante da indústria de celulose com a Caima, Altri, Celtejo e outras empresas, tanto de pasta como papel, e mete ainda o grupo metalomecânico RAMADA, várias empresas de investimentos imobiliários, etc.

O grupo exporta só em papel cerca de 600 milhões de euros por ano. Acho interessante um grupo assim.

Só queria compreender uma coisa.

Porque razão há uma ligação tão intima entre o juiz Carlos Alexandre, o Alex do processo de limpeza das burlas de Álvaro Sobrinho, o procurador Rosário Teixeira e outros com este grande grupo industrial e financeiro?

 

Tudo o que o CM escreveu sobre Sócrates mostra que algumas pessoas do Ministério Público e até da PJ estão muito ligadas ao engenheiro Paulo Jorge Fernandes que é diretor/CEO e acionista principal de mais de uma dezena de empresas que parece que herdou o grupo Ramada e depois entrou ou herdou as celulósicas Caima e Celtejo, etc.

 

Podemos todos raciocinar tal como fez o juiz de Instrução Carlos Alexandre e o procurador Rosário Teixeira (o Meias Brancas) e até com mais certezas. Houve troca de favores e a careca foi descoberta com os resultados das análises feitas na CELTEJO colocadas pelo MP em segredo de Justiça.

 

Suponho que o eng. Paulo Fernandes deve ter uma raiva muito especial ao eng. J. Sócrates.Porquê? Não sei.

 

Mas, devemos investigar isso e saber se durante a governação Sócrates no ambiente como ministro e depois como Primeiro Ministro terá havido algo que o grupo eucaliptal do eng. Paulo não gostou.

 

Não vejo que haja pessoal do Ministério Público com razões particulares para liquidarem Sócrates na praça pública, já que as suas queixas por causa da insuficiência de serviços seriam muito maiores contra o governo Passos/Portas/Cristas.

 

E não devemos esquecer que todo a Operação Marquês começou com denúncias e reportagens publicadas pelo Correio da Manha do eng. Paulo Jorge Fernandes. A falta do til não é erro, é propositada.

 

Alguém deve saber qual a razão do ódio do eng. Paulo Jorge Fernandes ao eng. J.Sócrates ou ao Partido Socialista.

Admito que pode ter algo a ver com o ambiente nos tempos do governo Guterres até porque o CM foi tão bem tratado pela Autoridade Tributária e várias empresas do Grupo tanto com este governo como com os anteriores. Claro, dentro da lei.

 

Houve um perdão de dívida com a promessa de pagamento de uma parte substancial em prestações e não me parece que os 12,5 milhões de euros tenham grande significado num grupo que é capaz de ter vendas da ordem dos mil milhões de euros.

 

Aquela história do juiz Alex se mostrar muito pobre e provinciano na televisão cheirou-me a falsidade ou a uma mascarada. Ele parecia estar a fingir. Claro, a gente vê as coisas na televisão e há sempre algo que nos parece de uma determinada maneira

 



publicado por DD às 19:07
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 2 de Fevereiro de 2018
Dívida Pública

 


 A dívida pública bruta terminou 2017 nos 242,6 mil milhões de euros, o que representa um aumento de 1,6 mil milhões de euros face ao registado no final de 2016, existindo uma reserva de 6,1 mil milhões de euros para pagamentos. Só esta semana, foram liquidados mais 800 milhões de euros ao FMI que é a dívida que vence juros mais elevados.

 O custo médio da dívida desceu pela primeira vez para 3%, continuando a descer porque a última emisão feita já este ano vence um juro de 2,14% e pensa-se colocar dívida a longo prazo de 10 a 20 anos a um juro de 1,4%

 Para este ano, as necessidades líquidas da dívida são de 10,9 mil milhões de euros, os quais já existem em mais de metade.

 Os dados foram revelados pelo Banco de Portugal e mostram que o endividamento recuou ligeiramente em Dezembro (200 milhões de euros), sendo já o quarto mês consecutivo de alívio no valor da dívida pública.

 A evolução da dívida pública teve um comportamento distinto ao longo do ano, com fortes subidas nos primeiros meses e descidas na reta final de 2017. Em Agosto superou pela primeira vez a fasquia dos 250 mil milhões de euros, acumulando uma subida de 9,4 mil milhões de euros desde o início do ano. Nos quatro meses seguintes registou uma queda de 7,8 mil milhões de euros, que apesar de não travar o crescimento do valor em termos nominais, terá sido suficiente para colocar o peso da dívida no PIB a descer.

 Dado não ser ainda conhecido o valor do PIB em 2017, não é possível determinar o peso da dívida na economia na totalidade do ano passado. Contudo, dado que o PIB terá registado o crescimento mais forte da década (em torno de 2,7%), é certo que o rácio terá descido. O primeiro-ministro adiantou o mês passado que em 2017 a dívida pública terá ficado em 126,2% do PIB. Trata-se de um valor abaixo dos 127% inicialmente estimados e dos 130,1% registados em 2016.

 A realidade é que a DÍVIDA está sendo controlado e não causa preocupações aos parceiros da Zona Euro, mas não permite ao País lançar-se em hgrandes despesas, nomeadamente INVESTIMENTOSD PÚBLIOS não indispensáveis como quer o PPP e o PP mais vários associações patronais e aumentos acentuados em saláriops e pensões.

 O défice desceu significativamente, podendo chegar a 0% este ano desde que se continue a política de Mário Centeno de cativações que este ano são menores que no ano anterior.

O Governo não pode ceder a certas exigências como as dos magistrados que querem grandes aumentos de salários e muito pessoal novo a trabalhar nos tribunais, o que da parte de gente instruída é de espantar porque qualquer procurador e juíz deve ter um conhecimento aproximado da situação financeira da Pátria de todos os portugueses e não apenas de alguns, qualquer que seja a sua importância ou força sindical.

 Costa e Centeno não se podem curvar às exigênmcias demagógicas de Marceloque quer que se gaste muito dinheiro em tudo o que vê e visita.

 


02.02.2018


 


publicado por DD às 22:19
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 26 de Janeiro de 2018
Dívida ao FMI está quase Paga

 

 
O Estado português devolveu dez mil milhões de euros do empréstimo do Fundo em 2017. Mas a dívida portuguesa junto deste credor caiu no ano passado mais de 11 mil milhões de euros.
 
No final de dezembro de 2016, Portugal devia ao FMI cerca de 17.300 milhões de euros. Entretanto, amortizou um total de 10.013 milhões de euros em várias tranches realizadas ao longo de 2017. Aparentemente, o país deveria ter chegado ao final do ano passado a dever cerca 7.300 milhões de euros à instituição. Mas não: no dia 31 de dezembro de 2017, a dívida era de pouco mais de 6.200 milhões de euros.
 
Esta diferença de mais de mil milhões de euros explica-se pela desvalorização do dólar e do yuan, já que a unidade de moeda do FMI denominada "Direito de Saque Especial" é calculada a partir de cinco moedas - dólar, euro, iene, libra e yuan - cada uma em diferentes percentagens, ocupando o dólar a parte mais importanjte, pelo que foi a desvalorização da moeda americana que fez baixar a dívida ao FMI em cerca de mil milhões de euros.
 
No dia 31 de dezembro de 2016, cada Direito Especial de Saque valia 1,2859 euros. Um ano volvido, passou a valer apenas 1,18747 euros, traduzindo uma depreciação de 7,6%. Feitas as contas, cada SDR passou a ficar dez cêntimos de euros mais barato. Um euro passou a comprar mais SDR.
 
Contudo a dívida ao FMI vence juros muito altos, pelo que o pagamento ao FMI com empréstimos recentes foi uma espécie de reestruturação da dívida, já que o Estado viu a sua dívida mais recente reduzida em quase 4%.
 
A dívida ao FMI era a mais longa para ser paga, pelo que ao reduzi-la, Mário Centeno trabalhou verdadeiramente para o FUTURO.
 
Por isso, a Maria Albuquerque que era especialista em dívida pública, dirigindo o respetivo serviço nos tempos de Sócrates e do Governo Coelho está calada. Ela não faria melhor e não tomaria melhores decisões que Mário Centeno.
 


publicado por DD às 23:56
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2018
Petição Ordinária contra Mário Soares

 

 

A petição apresentada e rejeitada na AR foi escrita em termos de uma ordinarice inimaginável a revelar o caráter e psique dos seus autores e signatários: Umas BESTAS completas.

Foi lida e discutida em HOMENAGEM ao Grande MÁRIO SOARES que lutou para que, entre muitas coisas mais, houvesse a liberdade de dizer as idiotices que se queriam sobre a sua pessoa.

Foto: Em Outubro de 1969 na Rua da Palma na sede da CEUD - Comissão Eleitoral de Unidade Democrática, organizada por um mês para concorrer a um simulacro de eleições organizado pelo LADRÃO de Votos Marcelo Caetano



publicado por DD às 22:00
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Até que enfim!

Uma Cabeça de Alfinete

Facebbok

Ponte 25 de Abril

Portugal Roubado - 2

Portugal Roubado

Ministério Público ao Ser...

Dívida Pública

Dívida ao FMI está quase ...

Petição Ordinária contra ...

arquivos

Maio 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2004

Maio 2004

tags

todas as tags

links
subscrever feeds