Jornal Socialista, Democrático e Independente dirigido por Dieter Dellinger, Diogo Sotto Maior e outros colaboradores.
Sábado, 20 de Abril de 2019
O Estado não Desconta a Parte Patronal da TSU

A Universidade Nova através do prof. Jorge Bravo da sua Information Management School" parece ter baralhado todas as contas sobre reformas.

O douto professor não aprendeu a tabuada nem as regras de três que diz que o sistema previdencial da Segurança Social já está no vermelho,.
Antes disso, o Expresso escreve que entre 2012 e 2017, o sistema previdencial já registou défices de 5,5 mil milhões de euros em termos acumulados.
Os doutos professores das cadeiras de "Ignorância Informativa" não sabem que o Estado não paga para a Caixa Geral de Aposentações a componente patronal da TSU de 23,75%, se bem que eu não sei se estará a pagar aos poucos funcionários que entraram nos últimos anos na Função Pública e foram para o sistema da Segurança Social e não para a Caixa Geral de Aposentações.
O professor Bravo diz que o sstema está no vermelho quando se consideram a Segurança Social e a CGA juntas.
Mas, vamos a contas:
O Estado tem 671 mil funcionários que, segundo o Jornal de Notícias, auferem uma média 1.460,70 euros de ordenados e não paga a sua parte da TSU, ou seja, 23,75% daquele ordenado que dá 346,91 euros, arredondados para 347 euros.
São pois 347 x 14 meses X 671.000 funcionários = 7.741.130,20 euros em 2018.
Só os trabalhadores do Estado descontam, o que não chega como não chegaria no privado. Assim, o dinheiro que o Estado compensa QUE SERIAM 5,5 MIL MILHÕES ENTRE 2012 E 2017 estão muito longe dos referidos 7,741 mil milhões anuais que multiplicados por 5 dariam mais de 35 mil milhões, mesmo que devemos aplicar um desconto porque os ordenados naqueles cinco anos eram mais baixos que em 2018, mas não tanto para produzir um défice.
Se a Segurança Social recebesse apenas 11% dos ordenados dos 3.948.700 trabalhadores ficaria sem dois terços da receita anual para pagar reformas eteria um défice tremendo como acontece no Estado em que este poupa qualquer coisa próxima dos 25 a 29 mil milhões de euros apesar de ter compensado com 5,5 milhões os seus funcionários durante cinco ano.
Enfim, a Universidade Nova não sabe fazer contas, ou oa Elisabete Miranda e a Sónia Lourenço do Expresso baralharam as contas.
O problema não deve estar em enganos, mas sim na campanha da direita capitalista portuguesa que se quer apoderar de uma parte da TSU porque vê aí um manancial inesgotável para criar milhões de LESADOS nos próximos 35 a 50 anos.
Até o Cavaco saiu do sarcófago para apoiar essa campanha, apesar de saber que não há em Portugal banca ou empresas financeiras capazes de darem garantias sobre dinheiros recebidos e,menos ainda, pagarem juros para acumularem o capital de cada um dos futurs reformados.
Só o Estado pode garantir como garantiu nos últimos três que aumentou o Fundo de Rserva da Segurança Social para 18 mil milhões de euros que são mAIS 9% DO pib NACIONAL.
Ninguém nas universidades novas ou elhas tem qualquer alternativa ao atual sistema e todos desconhecem as fórmulas matemáticas conhecidas por "filas de espera" e julgam que os reformados vão ficar cá para sempre.
O professor da UN desconhece que em 2018 nasceram 87 mil crianças e morreram 115 mil pessoas, nas sua maior parte idosos que, como tal, saíram da Segurança Social.



publicado por DD às 22:12
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
15
16
17
18

19
20
22
23
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

A Natalidade Mundial está...

Reformados ex-Emigrantes ...

O que está em causa nas e...

Há cada vez mais Centenár...

O Estado não Desconta a P...

Ratzinger Desculpa a Pedo...

Política de Hierarquizaçã...

Combater os Mega Fogos

O que fazem os "donos" de...

Será que a Vinci quer mes...

arquivos

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Junho 2018

Maio 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2004

Maio 2004

tags

todas as tags

links
subscrever feeds