Jornal Socialista, Democrático e Independente dirigido por Dieter Dellinger, Diogo Sotto Maior e outros colaboradores.
Segunda-feira, 13 de Maio de 2019
O que está em causa nas eleições europeias?

 

Estas eleições para o PE destinam-se na prática a escolher o próximo ditador da Zona Euro e, de algum modo, do resto da União.
Apesar do ditador da Europa não ser eleito pelo Parlamento Europeu ninguém dúvida que os 701 deputados europeus vão ter muita influência e que nunca ninguém falou da uma Europa sob o comando de um ditador, mas na verdade tem, pelo menos desde o dia 1 de Julho de 1998, data da fundação do Banco Central Europeu.
Quem quer que mande na Comissão Europeia em Bruxelas e quaisquer que sejam as decisões dos Conselhos de Chefes de Governo ou de ministros, tudo no Eurogrupo, e não só, passa pelo Governador do Banco Central Europeu, um homem com poderes imensos e independente dos Governos, tendo apenas um conselho de Governadores dos Bancos Centrais a votarem a favor ou contra, mas sem verdadeiro poder de decisão.
Até ao fim deste ano continuamos a ter um verdadeiro democrata a governar os euros e a serpente monetária e quem dispões do dinheiro manda em tudo.
Draghi com o seu vice Vítor Constância inventaram o “alívio quantitativo” que permitiu emitir moeda e a compra de títulos de dívida, aliviando o peso da dívida portuguesa em pouco mais de 15%, ou seja, nuns 33 mil milhões de euros e que terá sido um dos mais reduzidos alívios, já que por pressão alemã, o programa teve de ser proporcional aos PIBs e participações no capital do BCE, pelo que o Estado alemão pode ter recebido quase 400 mil milhões de euros, estando como tal cheio de dinheiro que dá poucos juros, enquanto nos países mais endividados e pobres se passa fome para pagar juros. Em Portugal menos que antes, mas, mesmo assim, continua a ser difícil gerir a dívida.
Se Draghi continuasse ou fosse outra pessoa do género como seria Mário Centeno para a direção do BCE não haveria problema e seria possível encontrar um novo programa, já que o “alívio” acabou, mas as amortizações dos títulos adquiridos pelo BCE continuam a ser pagos pelos Estados devedores aos seus Bancos Centrai para serem devolvidos no ano seguinte como lucros desses bancos. É que o BCE adquiriu os títulos de dívida dos diversos países até 33% da mesma e entrega-os aos bancos centrais onde serão manipulados como se estivessem no mercado, mas neste no caso português - como nos outros países - o mercado é o Banco de Portugal e os seus lucros são dos contribuintes portugueses.
Os economistas e políticos de direita alemães vivem com os medos da grande inflação de 1922, como se 2019 fosse o mesmo e o alívio financeiro de Draghi não chegou para aumentar a inflação para cima de 1%.
Quando falo dum ditador para a Europa, estou a referir-me a um alemão da extrema direita, pois está convencionado entre muitos países europeus que o próximo governador terá ser germânico.
À escolha há duas personalidades, o senhor Jens Weidmman, atual governado do Banco Central (Federal) Alemão, um homem do CSU, a extrema direita bávara da chamada democracia “cristã” alemã. Um homem austero, inimigo das emissões monetárias e desejoso de uma disciplina monetária do tipo prussiano com aumento da taxa diretora do BCE e os juros de todos os empréstimos.
A revista alemã “Der Spiegel” escreve que seria o fim do Euro e até da União Europeia, mesmo os aumentos de juros sejam de apenas 1% de seis em seis meses, mas o importante seria o sinal dado a toda a Europa num período de crise sino-americana a respeito do comércio mundial que se vai repercutir na Europa.
A segunda figura alemã para se candidatar ao cargo de chefe do BCE seria o social-democrata (SPD) Axel Weber, um democrata de esquerda relativa com grande experiência bancária fora da Alemanha pois é o CEO da União de Bancos Suíços (UBS) um dos maiores bancos mundiais e que se diz continuador da política monetária de Draghi e Constâncio.
Em termos eleitorais o que interessa é saber qual a força do PPE (Partido Popular Europeu) com o Rangel e outros direitistas a obedecerem a um quase nazi ou do PSE (Partido Socialista Europeu) no qual entrou agora o SIRISA, o notável partido grego da extrema esquerda que conseguiu aguentar-se no poder numa situação de crise nunca vivida por algum país europeu desde 1922 com uma austeridade imposta pela Alemanha de Schaeuble que impediu que o “alívio financeiro” abrangesse a Grécia apesar de ser tão ou mais europeia que os restantes países do Velho Continente.
O SYRISA dirigido pelo PM Alex Tsipras e o seu governo aguentou-se este tempo todo por ser constituído por gente honesta, algo que a Grécia nunca conheceu antes. Os gregos passam fome e vivem cada vez mais ao relento, mas não se sentem roubados e acreditam um pouco no futuro.
Claro que a difícil posição do presidente Macron não se coaduna com uma Europa dominada por um quase nazi do tipo prussiano, pelo que pode haver uma reviravolta, mas esta será tanto mais possível quanto maior for o número de socialistas no PE e a sua influência global.
O próximo PE terá muitos eurocéticos e verdadeiros fascistas até sem disfarce, mas nada sabemos o que querem fazer e só influenciam três governos, salvo erro, pelo que são uma incógnita.
Outro dos fatores que pode levar o alemão da pior raça, a bávara, ao poder na Europa é o facto de a coligação CDU/CSU estar em perigo e os alemães, ao contrário dos portugueses, têm dinheiro, mas não têm casas, pelo que querem à viva força ter juros elevados e não os míseros 1 a 1,5% que os bancos pagam. Estes também querem receber mais pelos seus empréstimos e a banca alemão não cooperativa está em más condições. Os gigantescos bancos como o Deutsche Bank e o Commerzbank quiseram comprar tudo, acabando agora por vender, sucedendo uma inversão. As grandes empresas como a VW, BMW, Daimler e muitas outras em vez de se dobrarem à vontade dos bancos fundaram os seus bancos para financiarem a venda dos seus produtos sem uma grande preocupação em ganharem dinheiro com juros altos.
Saliento finalmente que o problema das casas na Alemanha é muito grave. Os alemães fizeram a asneira de se meterem na guerra e atacarem a URSS antes de resolverem o problema com a Inglaterra, pelo que viram indefesos as suas cidades destruídas. A reconstrução no pós-guerra foi feita pelo Estado com apoio do Plano Marshall, tenho sido criado o maior senhorio do Mundo, a “Neue Heimat” do Estado que a direita vendeu a um único capitalista que aumenta discriminatoriamente as rendas e obriga os alemães a viverem com o máximo de poupanças possíveis como medo que os grandes exploradores os expulsem das suas casas.
Os reformados não têm tido alternativa que não seja emigrarem para Espanha, Itália, Portugal, a fim de poderem usufruir de uma habitação a condizer com os seus rendimentos, mas os mais idosos necessitam de apoios médicos e da família pelo que muitos vivem quase na miséria.
Nunca houve nada pior no Mundo que partidos ditos confessionais como as democracias cristãs que são precisamente o oposto da ética cristã. O deus desses partidos é o Dinheiro, o que levou o presidente do Conselho Pontifício a perguntar: “O problema não é se Deus existe. É qual Deus? (Expresso).
Para os alemães deus é o Euro, pelo que deveriam ser vergastados por um novo Cristo como fez aos comerciantes do Templo.
 
 


publicado por DD às 16:29
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De frar a 16 de Maio de 2019 às 22:58
O PROBLEMA DO POLITICAMENTE CORRECTO NÃO É A JUSTIÇA SOCIAL NEM A SITUAÇÃO AMBIENTAL... MAS SIM O FACTO DE SEREM NAZIS: não podem ver um povo autóctone a sobreviver pacatamente no planeta.
.
.
PNR's e afins não seja parvos: não há tempo a perder com a elite neo-esclavagista, urge o SEPARATISMO-50-50!
.
Ao mesmo tempo que reivindica para si regalias acima da média (trata-se de pessoal que está num patamar acima da mão-de-obra servil), a elite neo-esclavagista quer ter ao seu dispor mão-de-obra servil ao desbarato.
.
Mais:
-» Na América do Sul (por exemplo) foram chacinadas Identidades Autóctones para lhes roubarem os territórios... e agora estão a vender milhões de hectares a multinacionais [a elite neo-esclavagista fala nestes holocaustos? Népia!];
-» Em pleno século XXI tribos da Amazónia têm estado a ser massacradas por madeireiros, garimpeiros, fazendeiros com o intuito de lhes roubarem as terras... muitas das quais para serem vendidas posteriormente a multinacionais [a elite neo-esclavagista fala nestes holocaustos? Népia!].
.
{uma nota: pululam por aí muitos investidores da mesma laia dos construtores de caravelas: reclamam que os seus investimentos precisam de muita mão-de-obra servil para poderem ser rentabilizados}
.
Mais:
-» A elite neo-esclavagista em conluio com a alta finança (lucram milhares de milhões em especulação financeira) e em conluio com migrantes que se consideram seres superiores no caos... não falam na introdução da Taxa-Tobin como forma de ajudar os mais pobres... querem é que a ajuda aos mais pobres seja feita através da degradação das condições de trabalho da mão-de-obra servil.
.
.
.
-» Por um planeta aonde povos autóctones possam viver e prosperar ao seu ritmo;
-» E por uma sociedade que premeie quem se esforce mais (socialismo, não obrigado)... mas que, todavia, no entanto... seja uma sociedade que respeite os Direitos da mão-de-obra servil;
---» Todos Diferentes, Todos Iguais... isto é: todas as Identidades Autóctones devem possuir o Direito de ter o SEU espaço no planeta --»» INCLUSIVE as de rendimento demográfico mais baixo, INCLUSIVE as economicamente menos rentáveis.
.
.
Nota 1: Os 'globalization-lovers', UE-lovers. smartphone-lovers (i.e., os indiferentes para com as questões políticas), etc, que fiquem na sua... desde que respeitem os Direitos dos outros... e vice-versa.
-»»» blog http://separatismo--50--50.blogspot.com/.
.
Nota 2: Os Separatistas-50-50 não são fundamentalistas: leia-se, para os separatistas-50-50 devem ser considerados nativos todas as pessoas que valorizam mais a sua condição 'nativo', do que a sua condição 'globalization-lover'.
.
Nota 3: É preciso dizer NÃO à democracia-nazi! Isto é, ou seja, é preciso dizer não àqueles... que pretendem democraticamente determinar o Direito (ou não) à Sobrevivência de outros!!!
.
Nota 4: Urge dizer à elite deste sistema o mesmo que foi dito aos antigos esclavagistas: a não existência de mão-de-obra servil ao desbarato não vai ser o fim da economia... VÃO CONTINUAR A EXISTIR MUITAS OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO (nomeadamente introduzindo mais tecnologia)!


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


posts recentes

Os Pequenos Partidos "dão...

O Pardal do Maserati

A Capital do Capitalismo

Cannabis é Maléfica, mesm...

O Terror da Grande Indúst...

Engenharia do Pensamento:...

O Poder Está Sempre nas G...

Engenharia do Pensamento ...

A Natalidade Mundial está...

Reformados ex-Emigrantes ...

arquivos

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Junho 2018

Maio 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2004

Maio 2004

tags

todas as tags

links
subscrever feeds